Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Maior mercado ilegal do mundo usando Bitcoin e Monero é fechado na Alemanha

Maior mercado ilegal do mundo usando Bitcoin e Monero é fechado na Alemanha

Maior mercado ilegal do mundo usando Bitcoin e Monero é fechado na Alemanha

As autoridades da Alemanha fecharam o maior mercado ilegal do mundo, que utilizava as criptomoedas Bitcoin (BTC) e Monero (XMR).

Conforme reportou o FinanceMagnates, a Alemanha conseguiu fechar o mercado ilegal com a ajuda da Europol, agência de aplicação da lei da União Europeia. 

Os vendedores ilegais estiveram envolvidos em quase € 140 milhões em transações, incluindo a transferência de 4.650 Bitcoin e 12.800 Monero.

Mais de 500.000 usuários estão envolvidos nas atividades ilegais, incluindo 2.400 fornecedores. 

Os criminosos utilizavam o bitcoin e criptomoedas de privacidade para transferir fundos obtidos no comércio de drogas. 

Segundo as autoridades da Alemanha, um australiano foi preso perto da fronteira entre a Alemanha e a Dinamarca, enquanto novas investigações ainda estão em andamento.

A investigação liderada pela Unidade de Crimes Cibernéticos do Ministério Público de Koblenz permitiu que as autoridades fechassem o mercado ilegal

De acordo com a investigação “os dados armazenados darão aos investigadores novas pistas para investigar mais moderadores, vendedores e compradores”. 

Os criminosos utilizam as criptomoedas de privacidade pelo anonimato oferecido. Nos EUA, mais de 69.000 bitcoins ligados a atividades ilícitas foram apreendidos em novembro de 2020.

Uma pesquisa da Elliptic indicou que os criminosos estão aumentando o uso de carteiras e moedas de privacidade para esconder fundos ilegais. 

O fechamento do maior mercado ilegal do mundo mostra que não é fácil para os criminosos usarem ativos digitais em transações ilícitas. 

“Os dados de conhecimento dos policiais naquele detalhe no mesmo dia da prisão indicam que eles podem ter analisado os servidores muito antes da prisão, possivelmente hackeado o mercado de alguma forma, ou tinha um membro da equipe disfarçado capaz de ver contagens na interface de suporte do mercado ilegal”, afirmou um usuário no Twitter

Leia também: CEO da XP sobre criptomoedas: ‘Todo mundo deveria ter exposição a esse ativo’

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias