Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bakkt vai testar contratos futuros de Bitcoin em julho

Bakkt vai testar contratos futuros de Bitcoin em julho

bakkt bitcoin futuro

Kelly Loeffler, CEO da Bakkt, anunciou nesta segunda-feira (13), que a exchange vai iniciar testes para negociação de contratos futuros de Bitcoin em sua plataforma. 

A empresa vai trabalhar juntamente com seus clientes para se preparar para um teste de aceitação do usuário (UAT), que deve começar em julho de 2019. 

Serão listados dois contratos futuros:

Um de liquidação diária, que vai permitir a realização de transações em um mercado no mesmo dia, e outro mensal, que tornará possível o trade no mês seguinte e através da curva de preços futuros, explicou Loeffler. 

Os contratos futuros de Bitcoin criados pela Bakkt foram “moldados” para oferecer recursos exclusivos de negociação, segurança e gerenciamento de risco.

Sendo assim, o objetivo do teste é “garantir que os clientes tenham tempo para participar e testar o modelo de negociação e custódia que construímos para sua satisfação”, informou. 

Todo o processo foi acompanhado pela Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC), para garantir que os contratos estarão em conformidade com as regulamentações federais. 

A ICE Clear US deve realizar a margem de contratos futuros, assim como a coleta de margem de garantia inicial e margem de variação para o gerenciamento de risco. 

“Essa abordagem é consistente com práticas de gerenciamento de risco eficientes em termos de capital nos mercados futuros globais, que vão desde petróleo e ouro até taxas de juros e futuros de índices de ações”, afirmou. 

Para cobrir riscos na câmara de compensação da ICE Clear US, a Bakkt realizará uma contribuição de US$ 35 milhões. 

Quanto ao armazenamento de Bitcoin, para torná-lo seguro, a Bakkt irá integrar um serviço de custódia, sujeito à aprovação regulamentar. 

“A segurança será apoiada por seguro, segurança cibernética e conformidade abrangente, incluindo um programa anti-lavagem de dinheiro e análise de blockchain”, conclui. 

Leia também: Tecnologia dispensa internet e permite envio de transações de Bitcoin por satélite

 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias