Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin Grupo: Entenda o golpe de R$ 50 milhões que a empresa sofreu

Bitcoin Grupo: Entenda o golpe de R$ 50 milhões que a empresa sofreu

bitcoin banco negociecoins criptomoedas

Após a descoberta de uma fraude de R$ 50 milhões, o grupo Bitcoin Banco (GBB) denunciou o esquema na Delegacia de Estelionato de Curitiba na sexta-feira (24).  

Segundo nota enviada à imprensa, os saques estão totalmente travados até dia 29. Depois do prazo, a empresa, que negocia R$ 20 bilhões por dia, deve liberar saques de R$ 10 mil e 1 Bitcoin por dia durante prazo indeterminado. 

 

A fraude foi possível graças a um bug na plataforma que permitia a realização de saques duplos em reais.  

Pelo menos 30 pessoas se beneficiaram da falha, e um único participante do esquema sacou R$ 2 milhões ilegalmente. 

O delegado Emanoel David cuidará da investigação, e deve abrir um inquérito sobre o caso. 

Desde a semana passada, quando surgiram as suspeitas do golpe, o departamento de TI da empresa vem investigando a situação e identificou um súbito aumento de patrimônio de alguns clientes. 

A mudança é decorrente de operações suspeitas de compra e venda de criptomoedas.

Com o objetivo de evitar mais prejuízos com saques fraudulentos, o grupo adotou a operação manual dos pagamentos solicitados. 

Com o monitoramento de cada pedido feito, a empresa conseguiu começar a identificar os fraudadores.  

No entanto, a prática acabou gerando lentidão no atendimento aos clientes desde quinta-feira (16), e muitos foram ao Reclame Aqui reportar a situação.

negociecoins saque criptomoedas

As providências tomadas

As providências tomadas

Em uma tentativa de conter a fraude e regularizar as operações, o grupo Bitcoin Banco tomou algumas providências: 

Primeiramente, houve a suspensão de depósitos e saques externos até o dia 29. 

Em adição, nenhum saque será cancelado, mas todos os saques que excederem os R$ 10 mil que já foram solicitados serão reajustados para o limite diário de R$ 10 mil e 1 BTC (que deve permanecer por prazo indeterminado). 

A partir de quarta-feira (29), os pagamentos serão realizados conforme os limites do sistema bancário.

Bitcoin Banco e NegocieCoins

Bitcoin Banco e NegocieCoins

Desde o final de semana passada, a corretora NegocieCoins, do Bitcoin Banco, está com os saques praticamente travados. 

Após muitas reclamações dos clientes, a empresa informou que haveria uma restrição individual e global a partir de segunda, além de algumas mudanças relacionadas à implementação de um novo sistema de segurança. 

Na terça-feira (21), o grupo Bitcoin Banco publicou um vídeo anunciando o fechamento da última conta da corretora.

“Essa não foi a primeira vez, e haveremos de encontrar uma solução adequada, viável e com credibilidade perante vocês”

Ismair Couto, advogado do grupo

Além disso, Heloísa Ceni, vice-presidente da CLO investimentos, empresa que controla o grupo, informou que os clientes poderão receber os saques através de instituições como Santander, Caixa e empresas como Zater ou Principal. 

Leia também: Terminal de compra de Bitcoins é apreendido pela PF durante operação​

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias

Mais Lidas