Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bolsonaro e Guedes estudam criar uma moeda comum entre Brasil e Argentina; Como o Bitcoin fica nessa?

Bolsonaro e Guedes estudam criar uma moeda comum entre Brasil e Argentina; Como o Bitcoin fica nessa?

bolsonaro e paulo guedes
Foto: Marcos Correa/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (06) em Buenos Aires que o ministro da Economia, Paulo Guedes, deu o primeiro passo para um sonho de uma moeda única na região do Mercosul, o peso real, e um porta-voz do Ministério das Finanças da Argentina confirmou negociações nesse sentido.

 

"Paulo Guedes nada mais fez que fez do que dar um primeiro passo para um sonho de uma moeda única na região do Mercosul, o peso real"

Poucos detalhes foram revelados e a iniciativa é tomada como um projeto para “muito longo prazo”. Bolsonaro se reuniu com o presidente  argentino Mauricio Macri, e se encontrou com empresários depois.

“É o primeiro passo para um sonho de uma moeda única. Como aconteceu o euro lá atrás, pode acontecer o peso real aqui”, disse Bolsonaro ao deixar o hotel onde estava hospedado em Buenos Aires.

Ele ainda disse: “Meu forte não é economia, mas acreditamos no feeling, na bagagem, no conhecimento e no patriotismo do Paulo Guedes, ministro da Economia, nessa questão também”, afirmou.

Guedes diz que Argentinos são os mais interessados

Guedes diz que Argentinos são os mais interessados

“Quem está querendo são eles, os argentinos estão animadíssimos. Nós estamos pensando, conversando e conjecturando. Eles abraçaram, aparentemente, a ideia”, disse ele em Buenos Aires.

E continuou: “A Argentina, parece, vai zerar o déficit este ano. O Brasil está com um déficit pior ainda”​

Não é a primeira vez que surge esse tema

Não é a primeira vez que surge esse tema

Tanto o peso argentino – que tem sido altamente volátil e desvalorizado em mais de 50% no ano passado – quanto o real são duas moedas de mercados emergentes que sofrem de forma habitual os caprichos da economia internacional e os dois países, especialmente a Argentina, registram inflação alta.

A ideia de adotar uma moeda comum já surgiu em outras ocasiões da relação bilateral argentino-brasileira, embora não tenha seguido a diante.

Bitcoin como alternativa

Bitcoin como alternativa

O medo de uma super desvalorização do real no Brasil pode levar à uma procura maior pelo Bitcoin como forma de se proteger financeiramente e se tornar uma alternativa à nossa moeda nacional.

Isso, inclusive, já vem acontecendo há algum tempo na Argentina, onde o Bitcoin obteve grande procura e consequente valorização perante o Peso. Hoje um Bitcoin vale em torno de 356.850 Pesos.

Leia também: 3 Criptomoedas para ficar de olho em 2019

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias

Mais Lidas