Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Suposto hack da Binance pode afetar até 60 mil usuários

Suposto hack da Binance pode afetar até 60 mil usuários

binance dados usuários kyc vazamento

Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo, está investigando caso de supostas imagens KYC (para verificação de identidade) vazadas por um hacker que tentou extorquir a empresa.

Depois de Riccardo Spagni, principal mantenedor da Monero (XMR), avisar seus seguidores no Twitter sobre um grupo no Telegram que contém as supostas imagens, a exchange publicou um comunicado nesta quarta-feira (7).

 

No texto, a empresa explica que tudo começou quando  “ um indivíduo não identificado nos ameaçou e assediou, exigindo 300 BTC em troca da retenção de 10.000 fotos que têm semelhança com os dados do Binance KYC.”

No entanto, a exchange se recusou a pagar e o indivíduo passou a distribuir os dados nesta quarta-feira, em um grupo do Telegram criado por um administrador sob o pseudônimo de “Guardião M”.

No chat do Telegram, foram distribuídas centenas de imagens de indivíduos portando identidades e pedaços de papel com “Binance, 02/24/19” escrito neles. 

Até 60.000 usuários que enviaram informações KYC para a empresa em 2018 e 2019 podem ser afetados pelo vazamento das informações, de acordo com a CoinDesk, que teve acesso a quase 1.000 das fotografias obtidas pelo hacker.

Segundo o site, o indivíduo pretende divulgar as imagens aos poucos. 

exchange alega ainda estar investigando a “legitimidade e relevância” do caso: 

“Estas imagens não contêm a marca d'água digital impressa pelo nosso sistema”, disse a empresa. “Nossa equipe de segurança trabalha com afinco na busca de todas as possíveis pistas, na tentativa de identificar a origem dessas imagens.”

A data nas imagens divulgadas é de fevereiro de 2018, quando a Binance contratou um fornecedor terceirizado para verificação do KYC, para lidar com o alto volume de solicitações na época. 

“Atualmente, estamos investigando com o fornecedor terceirizado para mais informações”, explicou a exchange. “Manteremos vocês informados.”

Segundo o comunicado, o hacker afirma possuir informações KYC de várias exchanges. A empresa agora oferece uma recompensa de até 25 BTC por qualquer informação que possa ajudar a identificar o hacker e permitir processá-lo.

Leia também: Como a Coréia do Norte roubou US$ 2 bilhões de exchanges de criptomoedas para financiar armas nucleares

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas