Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

'Eu sempre tive confiança em vocês. Tamo junto e misturado’ diz Dedé Santana, dos Trapalhões sobre suposto golpe com Bitcoin

'Eu sempre tive confiança em vocês. Tamo junto e misturado’ diz Dedé Santana, dos Trapalhões sobre suposto golpe com Bitcoin

Por J.S

unick forex academy criptomoeda bitcoin saques
Em um vídeo publicado na ultima quinta-feira, dia 22 de agosto, Manfried Sant’Anna, mais conhecido como Dedé Santana do grupo humorístico “Os Trapalhões”, gravou um vídeo com o Danter Silva, Diretor de Marketing da Unick Forex, uma suposta pirâmide financeira que faz uso das criptomoedas.

 
No vídeo, Dedé Santana conta sobre sua história e sobre a briga que terminou na separação do grupo humorístico e na reconciliação anos depois, com isso, o diretor de marketing da Unick comparou a história do Dedé com a da empresa e disse que “as vezes precisa tomar uma decisão que desagrada muita gente e depois o recomeço é difícil”.
Dedé complementou a fala de Danter Silva dizendo:

"Aqueles que tinham se afastado depois começaram a voltar"

Dedé ainda disse que procurou a Unick por conta própria depois de ficar sabendo das supostas ações sociais realizadas pela empresa.

"Eu quando soube das mudanças de vocês eu corri para cá para saber das mudanças e saber desta ação social. Eu quero trabalhar na ação social de vocês. Soube de familias e de várias ações que estão fazendo. Isso é coisa para ir pessoalmente"

Ao longo do vídeo a história de Dedé sempre é comparada com a história da Unick Forex, principalmente no que se refere a mudanças, para mostrar que as supostas mudanças da Unick Forex, que hoje trazem críticas se revelaram positivas no futuro.
Danter Silva gravou o video com o intuito de mostrar que “O recomeço sempre é difícil (…) aqueles que se afastam por medo depois olham o sucesso”, conforme o diretor de marketing afirmou em diversos momentos.

"Eu fiz questão de gravar nosso momento assim porque as pessoas as vezes não têm a dimensão do que é um recomeço. O recomeço dá força para você (...) O recomeço é positivo (...) Estamos reestruturando para ficar ainda mais forte (... ) As pessoas que hoje nos julgam vão olhar para nós e ver o sucesso"

Por fim, Dedé declara:

"Eu sempre tive confiança em vocês. Eu tô firme aqui. Tamo junto e misturado"

O passado condena

O passado condena

A Unick, acusada de operar um esquema de pirâmide financeira, foi proibida em novembro de 2018 pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de fazer oferta pública de qualquer tipo de investimento sob pena de multa.

A decisão, no entanto, não surgiu do nada. No memorando que originou o processo administrativo, a autarquia aponta que a Unick publicou em seu site que “paga uma porcentagem diariamente de acordo com o lucro das operações realizadas, para participar basta adquirir tickets da empresa para ter direito aos ganhos”.

No documento, a CVM cita uma publicação onde a empresa oferecia “rendimento sobre as operações diárias de 1,5% a 3%”.

"Dentre as evidências, a área técnica destacou documentos e informações constantes no site da Unick indicando que a empresa opera captando poupança pública, e que o seu modelo de negócios envolveria o investimento em Forex e Opções Binárias, com a finalidade de proporcionar aos investidores “excelentes resultados diários”, afirma um trecho da decisão.

Para se afastar das acusações de prática de Forex, a empresa, anteriormente chamada Unick Forex, mudou de nome, passando a atender por Unick Academy no final de junho. 

Leia também: Exchange brasileira dá bônus a usuários como estratégia de marketing

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas