Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deputado publica vídeo pedindo apoio para instaurar CPI contra pirâmides financeiras com criptoativos

Deputado publica vídeo pedindo apoio para instaurar CPI contra pirâmides financeiras com criptoativos

deputado criptomoedas piramide aureo ribeiro atlas unick
Imagem: Reprodução/Youtube

Em um vídeo publicado em seu canal no Youtube nesta sexta-feira (13), o deputado Áureo Ribeiro, autor do Projeto de Lei 2.303/2015, que visa a regulamentação dos criptoativos no Brasil, pediu apoio para criar uma CPI contra pirâmides financeiras envolvendo criptomoedas.

No vídeo de pouco mais de um minuto de duração, o deputado diz que “cerca de 4 milhões de brasileiros já foram lesados por uma pirâmide financeira”.

 

Para apurar os crimes que prejudicaram consumidores “que fizeram investimentos com criptomoedas e não tiveram os retornos prometidos, e alguns sequer conseguiram resgatar os valores aportados”, Áureo Ribeiro pede apoio para instaurar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

“Precisamos separar o joio do trigo aqui na Câmara dos Deputados. Saber quem trabalha sério, quem desenvolve um trabalho correto, e punir aquelas pessoas que se aproveitam da falta de informação, de conhecimento, e lesam consumidores brasileiros”, disse o deputado.

Audiência para investigar pirâmides 

Audiência para investigar pirâmides 

A Câmara aprovou, na última quarta-feira (11), um requerimento do deputado Áureo Ribeiro que pedia uma audiência pública para discutir indícios de pirâmide financeira nas empresas Atlas Quantum e Investimento Bitcoin. 

Também foram chamados representantes da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Banco Central, Ministério Público Federal, Polícia Federal, Associação Brasileira de Criptomoedas e Blockchain e Fernando Ulrich, especialista em criptoeconomia. 

Caso Atlas 

Caso Atlas 

Depois de ser proibida pela CVM de fazer oferta pública de investimentos, a Atlas teve um aumento no volume de solicitações de saque na plataforma, mas não deu conta de atender os pedidos no prazo estipulado nos termos de uso e gradualmente estendeu o prazo de D+1 para D+30. 

Os investidores temem que a empresa não tenha dinheiro para pagar todos que aplicaram valores na plataforma e começaram a acionar a Justiça contra a Atlas. Os processos já chegam a quase R$ 1 milhão.

Investimento Bitcoin 

Investimento Bitcoin 

Investigada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) por indícios de pirâmide financeira e pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), a Investimento Bitcoin promete rendimentos de 1% a 2% ao dia.

A empresa veicula propagandas em emissoras como SBT, Band e Record, mas em seu site não consta endereço físico da empresa, telefone, CNPJ ou mesmo nome dos sócios.

Leia também: Unick Forex e Urpay têm bens apreendidos em decisão da Justiça

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas