Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Atlas Quantum: Processos chegam a quase R$ 1 milhão devido aos atrasos no pagamento

Atlas Quantum: Processos chegam a quase R$ 1 milhão devido aos atrasos no pagamento

justiça processo investimento criptomoedas bitcoin

Ações movidas contra a Atlas Quantum já somam quase R$ 1 milhão de reais. Clientes insatisfeitos com a demora para receberem a devolução do dinheiro investido começaram a processar a empresa no início deste mês. 

No dia 5 de setembro, foi movida a primeira ação, por um cliente que teve mais de R$ 130 em Bitcoin presos na Atlas. A Justiça ficou a favor do investidor em decisão liminar. 

 

No entanto, os próximos dias foram seguidos de novas aberturas de processos contra a empresa. Entre os dias 9 e 11, cinco ações judiciais foram movidas contra a Atlas pelo mesmo motivo, conforme publicação do Portal do Bitcoin.

O processo de maior valor tramita na 4° Vara Cível de Santo André, São Paulo. A ação, movida na terça-feira (10), foi avaliada em R$ 313 mil e teria como motivo a irregularidade no atendimento por parte da empresa, segundo o investidor.

Com o objetivo de rescindir o contrato e receber de volta o dinheiro que aplicou na Atlas, um cliente moveu outro processo no mesmo dia, na 5° Vara Cível da capital, no valor de R$ 189.634,85.

Na quarta-feira (11), outras duas ações foram protocoladas em São Paulo, nos valores de R$ 252 mil e R$ 11 mil.

Já o processo de menor valor trata-se de uma ação de perdas e danos avaliada em R$ 10.369,86 que foi levada ao Juizado Especial Cível na segunda-feira (9).

Caso Atlas Quantum 

Caso Atlas Quantum 

No mês passado, a comissão de Valores de Mobiliários (CVM) divulgou um comunicado onde proíbe a Atlas Quantum de fazer oferta pública de investimentos. 

Desde então, houve um aumento considerável no volume de solicitações de saque na plataforma. 

Contudo, a Atlas não deu conta de atender os pedidos no prazo estipulado nos termos de uso e gradualmente estendeu o prazo de D+1 para D+30. 

Em um grupo no Facebook, investidores se organizam para mover uma ação coletiva contra a empresaOs clientes temem que a empresa não tenha dinheiro para pagar todos que aplicaram quantias no negócio.

De acordo com um relatório da Grant Thorton, a empresa possuía 15.226,1 Bitcoin e 34.793.966 de criptodólares (termo referente a uma cesta de stablecoins) em 2 de agosto.

Na quarta-feira (11), foi aprovado um requerimento de audiência pública do deputado Áureo Ribeiro, que visa discutir indícios de pirâmide financeira na Atlas Quantum e na Investimento Bitcoin.

Leia também: Justiça declara falência de uma das maiores fraudes financeiras do Brasil; Empresa deve para mais de um milhão de pessoas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas