Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Atlas Quantum responde primeiro processo por atraso nos saques

Atlas Quantum responde primeiro processo por atraso nos saques

atlas quantum processo saques atraso

Um investidor da Atlas Quantum entrou com um processo contra a empresa na última quinta-feira (5), para receber mais de R$ 130 mil em bitcoins presos na plataforma.

A empresa vem estendendo o prazo de pagamento de seus investidores desde que a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) declarou suas atividades como irregulares, resultando em um aumento considerável no volume de solicitações de saque.

 

No processo, que tramita na 24ª Vara Cível da Capital de São Paulo, o autor conta que não consegue sacar seus 3,27611958 BTCs em desde o mês passado, conforme relatou o Portal do Bitcoin.

Inicialmente, o investidor pediu para sacar 0,10009665 BTC em 23 de agosto. Depois, realizou outro pedido, de 3,15461724 BTC, no dia 25. 

Embora a Atlas tenha respondido o investidor, nada foi resolvido e ele continuou sem saber quando poderia fazer o saque de seus criptoativos 

Além disso, o autor da ação ainda demonstra nos autos que a empresa cancelou um dos saques solicitados, sem autorização para tal. 

Em conversa com uma funcionária da Atlas por WhatsApp, o investidor foi informado do cancelamento e de que a empresa estornaria o valor com os rendimentos.  

No entanto, demonstrou insatisfação e foi orientado a solicitar novamente o saque. 

Por medo de perder seus bitcoins, ele resolveu entrar com uma ação judicial com pedido de tutela de urgência para que a empresa libere os saques em 48h sob pena de multa diária de R$ 3 mil. 

No mesmo dia em que o investidor protocolou a ação, o LiveCoins noticiou que investidores da Atlas estão se juntando em um grupo no Facebook para entrar com uma ação coletiva contra a empresa pelo mesmo motivo: o atraso nos saques.

Situação da Atlas

Situação da Atlas

Em 13 de agosto, a comissão de Valores de Mobiliários (CVM) divulgou um comunicado em que diz que a Atlas Quantum não está mais autorizada a ofertar títulos ou contratos de investimento coletivo cuja remuneração estaria atrelada ao resultado dos esforços das empresas na negociação de criptomoedas por meio do algoritmo intitulado “Quantum”.  

Desde então, houve um aumento considerável no volume de solicitações de saque. 

A empresa não deu conta de atender os pedidos no prazo estipulado nos termos de uso, estendendo o prazo de D+1 para D+30. 

Os clientes temem que a empresa esteja sem liquidez, não tendo dinheiro para pagar todos que aplicaram quantias no negócio. 

Até semana passada, a Atlas tinha 1.510 BTCs em saques atrasados, conforme relatado pelo Cointelegraph. Eram mais de 2 mil solicitações de saques.

Leia também: Clientes seguem sem pagamento e Unick se torna uma das piores empresas do Brasil, segundo Reclame Aqui

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas