Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deputado cria site para colher assinaturas para CPI contra pirâmides financeiras

Deputado cria site para colher assinaturas para CPI contra pirâmides financeiras

deputado criptomoedas piramide aureo ribeiro atlas unick
Imagem: Reprodução/Youtube

O deputado federal Aureo Ribeiro (SD-RJ), autor do Projeto de Lei N° 2.303/2015, que visa regulamentar a negociação de criptoativos no Brasil, deu mais um passo em direção a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar pirâmides financeiras envolvendo criptomoedas no país.

Nesta sexta-feira (20), o deputado lançou um site para colher assinaturas para uma petição eletrônica a favor do que intitulou ‘CPI das Pirâmides Financeiras’.

 

"Mais de 4 milhões de pessoas já foram lesadas pelas pirâmides com moedas virtuais”, diz o site, citando dados da ABCripto.

De acordo com o site, a petição “ajudará a instalar a CPI para investigar as empresas que estão lesando e enganando consumidores e investidores”.

Para assinar a petição, basta o usuário informar seu e-mail, telefone e município onde reside. 

A página também conta com um link para o site oficial de Aureo Ribeiro, onde é possível saber mais sobre os projetos nos quais o deputado está envolvido. 

Na semana passada, Aureo Ribeiro publicou um vídeo em seu canal no Youtube, onde pedia apoio para instaurar a CPI:

“Precisamos separar o joio do trigo aqui na Câmara dos Deputados. Saber quem trabalha sério, quem desenvolve um trabalho correto, e punir aquelas pessoas que se aproveitam da falta de informação, de conhecimento, e lesam consumidores brasileiros”, disse o deputado.

O número de relatos de esquemas envolvendo pirâmides financeiras com criptomoedas têm crescido rapidamente no Brasil ao longo dos últimos meses.

No começo do mês, a Câmara dos Deputados aprovou um requerimento do deputado, que pedia uma audiência pública para discutir indícios de pirâmide financeira nas empresas Atlas Quantum e Investimento Bitcoin.

Em 2015, com a criação do Projeto de Lei n° 2.303/2015, o deputado Aureo Ribeiro foi autor da primeira PL a abordar o tema das criptomoedas, onde usou o termo “moedas virtuais”, que foi substituído por ”criptoativos” em sua PL n° 2.060/2019, cujo objetivo é classificar e estabelecer um regime jurídico para as criptomoedas.

Leia também: Museu do Amanhã, no RJ, receberá 4 dias de eventos sobre blockchain com participação da EOS

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas