Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Depois de divulgar pirâmide de bitcoin, TV Record faz reportagem alertando sobre golpes mas não cita empresa

Depois de divulgar pirâmide de bitcoin, TV Record faz reportagem alertando sobre golpes

piramide criptomoedas bitconi

O tema de pirâmides financeiras com Bitcoin e criptomoedas foi abordado em uma reportagem da TV Record neste domingo (06).

Segundo a reportagem do Domingo Espetacular, uma força-tarefa constituída pela Polícia Federal, Ministério Público e procuradoria da Fazenda está investigando mais de 50 empresas pela prática, que é crime no Brasil.

Investidores que foram iludidos pelas promessas de lucro fácil, relataram ter aplicado seus fundos em empresas que ofereciam retorno de até 400% ao mês.

 

Este é o caso da YouXWallet, que participou de um evento de marketing multinível em Campinas – SP na última semana, junto a outras empresas investigadas por pirâmide financeira.

Youtubers divulgam os esquemas

Youtubers divulgam os esquemas

A história da HPX Crypto, que prometia investimentos em bitcoin e criptomoedas, foi abordada na matéria.

A empresa, que sequer tinha CNPJ válido no Brasil, era divulgada por youtubers e influenciadores digitais, mas deixou de pagar os clientes e desapareceu sem deixar rastros. O caso serviu para ilustrar casos de pirâmides financeiras que atuam por todo o país.

Um dos youtubers que divulgou o esquema possui 11 mil seguidores e disse à reportagem que levou algum tempo para perceber que estava divulgando um golpe.

Outro jovem que divulgou a empresa, publicou um vídeo onde mostra o investimento de 4 BTC na plataforma, afirmando que receberia 40% de lucro rapidamente. No entanto, ao falar com a reportagem da Record, o youtuber declarou ter perdido todo o dinheiro que aplicou na empresa (R$ 160 mil).

Mais de 50 empresas investigadas

Mais de 50 empresas investigadas

De acordo com a reportagem, a Polícia Federal informou que, para lidar com as pirâmides financeiras, há uma força-tarefa montada que está investigando mais de 50 empresas do tipo.

Uma delas seria a Unick Forex, que também é investigada por crimes como evasão de dívidas e lavagem de dinheiro, como noticiou o Criptonizando recentemente. 

A matéria recomenda que investidores que se sentirem lesados por fraudes envolvendo criptomoedas procurem a Delegacia de Polícia e registrem Boletim de Ocorrência.

Por fim, a reportagem, exibida em horário nobre na Record, deu dicas para prevenir golpes com pirâmides financeiras com Bitcoin, exaltando que investidores podem pesquisar sobre empresas que atuam no mercado financeiro através do site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Record divulgando pirâmide com Bitcoin

Record divulgando pirâmide com Bitcoin

Ironicamente, a própria TV Record divulgou, recentemente, uma empresa investigada pela CVM por pirâmide financeira.  

A Investimento Bitcoin, que teve suas propagandas reprovadas pelo Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), promete lucros de até 500% — Completamente fora do que é ofertado no mercado. 

O esquema já foi divulgado pelo apresentador Rodrigo Faro, no programa “Hora do Faro”, na Record. Um espectador do programa investiu mais de R$ 2.000 na empresa e agora não consegue sacar seu dinheiro.

Em uma queixa publicada no ReclameAqui, uma cliente, que alega ter investido R$ 3.000 em julho deste ano, declara:

“A mídia é cúmplice. Investi 3 mil em julho, conforme vi os anúncios na TV Record e até agora não consegui um centavo de volta.”

Leia também: Indeal: Coronel é investigado pela PF após fornecer informações sigilosas para a empresa

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias

Mais Lidas