Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Suposta pirâmide que prometia 200% de lucro anuncia fim das atividades e clientes se desesperam

Suposta pirâmide que prometia 200% de lucro anuncia fim das atividades e clientes se desesperam

g44 piramide brasil criptomoedas fim das atividades clientes investimento

Mais uma empresa suspeita de pirâmide financeira com criptomoedas anunciou o fim das atividades, deixando os investidores desesperados para receber de volta os valores aplicados.

A G44 Brasil, que prometia lucros de mais de 200% para seus clientes, enviou na semana passada um comunicado via e-mail avisando sobre o encerramento das atividades devido a problemas técnicos, ataques hacker e fake News.

“Os últimos acontecimentos como: instabilidade técnica, dificuldades operacionais com os nossos parceiros, tentativa de invasão cibernética em nossas plataformas e veiculação de fake news em diversas mídias, levaram-nos a decidir pela descontinuação de todos os contratos firmados”, diz o texto.

No documento, a empresa sediada no Distrito Federal que foi proibida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de atuar no Brasil, afirma que tem até 90 dias para devolver os valores aos cientes.

A G44 está sendo investigada pelo Ministério Público Federal por prática de pirâmide financeira, e tem em parte da equipe membros da Kriptacoin, outra pirâmide que fez cerca de 40 mil vítimas no Brasil e foi fechada pela Polícia Federal.

“Entreguei o dinheiro de uma vida na G44”

“Entreguei o dinheiro de uma vida na G44”

No Reclame Aqui, os clientes estão demonstrando grande insatisfação e medo de não conseguirem de volta os valores aplicados na empresa.

“O que eu não entendo é essa demora toda para devolver um dinheiro que é meu”, diz um dos relatos que teve como resposta a declaração de que os valores estão sendo pagos em ordem crescente de valor desde 27 de novembro.

Em outra queixa publicada nesta segunda-feira (2), um cliente afirma que aplicou “o dinheiro de uma vida” na empresa e que agora não consegue contato para resolver o problema.

g44 brasil pirâmide criptomoedas

Em resposta, a G44 afirmou que “o distrato é automático para todos os sócios e todas as modalidades e não é necessário fazer solicitação” e voltou dizer que os valores serão devolvidos em até 90 dias.

Embora a empresa tenha declarado que o atendimento aos clientes segue normalmente de segunda a sexta das 9h às 18h, muitas outras queixas no site afirmam que desde o anúncio do fim das atividades, não conseguem se comunicar com a empresa.

“Isso só resta insegurança por minha parte, porque 90 dias da tempo para o presidente sumir do mapa e não devolver os aportes de ninguém”, declarou outro cliente no domingo (1).

Leia também: ‘Procura-se vivo ou morto’: Clientes de suposta pirâmide financeira com criptomoedas ameaçam presidente da empresa

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias