Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Elon Musk envia carteira de criptomoedas para o espaço por meio da SpaceX

Elon Musk envia carteira de criptomoedas para o espaço por meio da SpaceX

elon musk bitcoin carteira spacex criptomoedas
Imagem: https://beincrypto.com/

A SpaceX, empresa norte-americana de sistemas aeroespaciais do bilionário Elon Musk, acaba de enviar uma carteira de criptomoedas para o espaço.

Trata-se de uma carteira de hardware da SpaceChain, que foi mandada para a Estação Internacional Espacial (ISS, na sigla em inglês), por meio do Falcon 9, um foguete de dois estágios da empresa de Musk.

A tecnologia está sendo implantada na estação como parte da missão de serviço de reabastecimento comercial CRS-19. É a primeira vez que uma carteira blockchain é demonstrada na ISS.

O dispositivo da SpaceChain que atualmente suporta a blockchain Qtum, será instalado na plataforma comercial da Nanoracks na estação e, assim que ativado, mostrará o recebimento, autorização e retransmissão de transações blockchain. A empresa, contudo, também está adicionando suporte à blockchain Ethereum.

O objetivo é garantir a transmissão de criptoativos que geralmente são vulneráveis a ataques cibernéticos quando hospedados em servidores centralizados.

As transações precisarão de várias assinaturas para que sejam concluídas, aumentando a segurança da operação.

De acordo com Zee Zheng, cofundador e CEO da SpaceChain, a equipe está “muito animada com a perspectiva de trabalhar em estreita colaboração com provedores de serviços financeiros e desenvolvedores de fintech, provedores de serviços de IoT (Internet das Coisas, em português), instituições de pesquisa e agências espaciais nos próximos meses para acelerar ainda mais os avanços dentro do ecossistema.”

O CEO declarou ainda que:

“A integração das tecnologias de espaço e blockchain descobriu novas possibilidades e oportunidades.”

Para Jeff Garzik, cofundador e CTO da SpaceChain, “a blockchain é o próximo grande disruptor no espaço.”

Recentemente o Criptonizando reportou que Elon Musk já conta com permissão para lançar cerca de 12 mil satélites, com o objetivo de fornecer banda larga de baixo custo a dezenas de milhões de pessoas que vivem em áreas sem acesso à Internet.

Ainda neste ano, o empreendedor pró-bitcoin enviou um comunicado aos funcionários da SpaceX, alertando que o local de trabalho deveria ser “livre de drogas”. O fato ocorreu depois que o bilionário atraiu muita atenção para si mesmo após aparecer fumando maconha em um programa norte-americano em 2018.

Leia também: Drogas liberadas na Tesla: Polícia encontra cocaína e metanfetamina na sede da empresa de Elon Musk

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias