Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Polícia Federal descobre quem é o verdadeiro líder da Unick

Polícia Federal descobre quem é o verdadeiro líder da Unick

Com interceptações telefônicas de líderes da Unick Forex, a Polícia Federal (PF) revelou que havia mais um suposto líder da empresa, conforme reportou o Portal do Bitcoin

O advogado Fernando Baum Salomon, seria um do “chefe oculto no esquema”, conforme reportagem, Fernando teria contratado um serviço de espionagem clandestina, com hacker para obter informações sigilosas de interesse da Unick. 

Fernando Baum Salomon (Foto: Reprodução/Facebook)

O serviço de espionagem, teria sido comandado por um ex-policial federal aposentado, ligado a ex-diretores da PF. 

De acordo com o Jornal NH, o advogado, que prestava gestão internacional para a Unick, se viu preocupado logo após as ações da Polícia contra a Ideal, em maio deste ano, quando a Polícia Federal desmantelou o esquema de pirâmide financeira.

O ex-policial da PF, Leandro Daiello, contratado por Salomon, chegou a mencionar contatos como autoridades do alto escalão da República, conforme escutas telefônicas instaladas pela Polícia Federal. 

Segundo a PF, a preocupação de Salomon, era só se havia inquérito contra ele e o presidente da Unick, Leidimar Lopes. 

Diante desta situação a Unick conseguiu ocultar bens, na operação Lamanai da Polícia Federal, foram apreendidos apenas R$200 milhões.

O valor chega a ser R$28 bilhões supostamente movimentados pela organização criminosa.

O delegado Aldronei Rodrigues, que lidera as investigações no caso da Unick, percebeu então a grandeza da participação do advogado no esquema. O delegado acredita que Salomon obteve informações sigilosas por meio do agente. 

A defesa de Salomon, disse que ele não exercia função de gestor da Unick, e que foi apenas contratado pelo Leidimar, em 2018, para “trabalhar na regularização da Unick junto à CVM”. A defesa também nega a participação na contratação do Policial inativo para a Unick.

A Unick Forex, já responde a mais de uma centena de ações na Justiça. Em São Paulo, os processos ultrapassam R$ 4 milhões. 

Leia também: Ministro da Economia quer tributar transações digitais

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias