Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

4 motivos que explicam o preço do Bitcoin acima de US$ 9.000 hoje

4 motivos que explicam o preço do Bitcoin acima de US$ 9.000 hoje

bitcoin-preço-alta-9-valorização-bitcoin hoje-cotação-criptomoedas-comprar

Quando o assunto são as altas e baixas no preço do Bitcoin, muito se é dito sobre os motivos potenciais. No entanto, devemos ter em mente a influência de diversos fatores que têm como consequência mudanças no mercado.

Nesta terça-feira (28), o Bitcoin ultrapassou os US$ 9.000, depois de modestos movimentos de alta desde o último sábado (25). Os motivos para tal quebra no nível de resistência, contudo, são multifatoriais, confira:

  1. Coronavírus
  1. Coronavírus

Uma das notícias mais preocupantes de 2020 até o momento, é o surgimento de um novo coronavírus na cidade de Wuhan, na China.

Nos últimos dias, também foram confirmados casos de contágio nos EUA, França, Alemanha, Austrália, Canadá, Japão, Malásia, Singapura, Coréia do Sul, Taiwan, Tailândia, Vietnã, Nepal, Camboja, Siri Lanka, e mais recentemente em Minas Gerais, no Brasil, nesta terça-feira (28).

Com a expansão do vírus que ataca o sistema respiratório, a apreensão mundial aumenta, e isso têm refletido nos mercados financeiros e ações globais.

2. Fim do ano novo chinês

2. Fim do ano novo chinês

Como o Criptonizando informou na semana passada, o CEO da BitMEX, Arthur Hayes, havia previsto um fim de semana volátil no mercado de criptomoedas devido às celebrações do Ano Novo Chinês, que começou no sábado.

Embora as criptomoedas sejam proibidas na China, a população ainda encontra maneiras de negociar. Hay esperava que os entusiastas chineses venderiam seus Bitcoins para as festividades, como ocorreu nos últimos anos, derrubando o preço do ativo.

De fato, na semana anterior ao evento, os volumes diários caíram para 50%, levando o preço do Bitcoin de US$ 9.150 para US$ 8.325 no domingo. Contudo, desde então, o volume já recuperou quase todo o valor e os preços aumentaram.

3. Crescimento do valor global de mercado das criptomoedas

3. Crescimento do valor global de mercado das criptomoedas

Como citamos anteriormente, o mercado tem estado em alta nos últimos dias. Como de costume, quando o preço do Bitcoin sobe, as outras criptomoedas, chamadas de altcoins, tendem a acompanhar.

Mesmo os entusiastas de altcoins como Ethereum, XRP, Litecoin e outras, costumam apostar algo no Bitcoin, sabendo do potencial de alta do ativo.

Ontem (27), o valor total do mercado de criptomoedas subiu mais de US $ 17 bilhões em apenas 48 horas, e continuou a crescer a um ritmo mais modesto desde então. Atualmente está apenas US $ 1,2 bilhão aquém da marca psicologicamente significativa de US $ 250 bilhões.

4. A chegada do mês de fevereiro e o halving do Bitcoin

4. A chegada do mês de fevereiro e o halving do Bitcoin

Estamos nos últimos dias de janeiro, e históricamente, o mês de fevereiro costuma ser de alta para o Bitcoin, com pressão dos touros no mercado.

Embora não seja possível prever com certeza se o mesmo acontecerá em 2020, os dados sobre o desempenho do ativo nos outros anos nos ajudam a ter uma ideia do que possa estar acontecendo.

Isso se amplifica quando consideramos que esse é o ano do halving do Bitcoin, que acontecerá em maio, cortando pela metade a recompensa por bloco minerado – tal evento ansiosamente aguardado na comunidade cripto, também é historicamente positivo para o preço do ativo.

Depois de bater US$ 9.153 na manhã de hoje, o ativo agora está cotado em US$ 9.006.

Leia também: Nem Petro, nem Bitcoin: Dash vê aumento de 562% no número de usuários com carteiras ativas na Venezuela

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias