Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O impacto do Coronavírus no mundo das criptomoedas

O impacto do Coronavírus no mundo das criptomoedas

corona-virus-impacto-criptomoedas-bitcoin-economia-preço-dinheiro-valor-

O surgimento de um novo Coronavírus em Wuhan, na China, e sua rápida expansão têm sido o tópico mais comentado nas últimas semanas. O vírus, que ataca o sistema respiratório, levou a metrópoles de 11 milhões de habitantes ao isolamento, e têm assustado muita gente ao redor do mundo.

A epidemia foi ligada, inclusive, ao recente movimento de alta do Bitcoin, influenciando os mercados financeiros e ações globais. Mas seu impacto no mundo das criptomoedas é ainda maior que isso, entenda.

Mineração interrompida

Mineração interrompida

As medidas de isolamento adotadas pelo governo chinês devido ao vírus, resultaram no atraso na entrega de hardware necessário para a mineração de criptomoedas por meio das empresas MicroBT, a gigante Bitmain e Innosilicon.

Além disso, na terça-feira (04), o CEO do pool de mineração BTC.Top, Jiang Zhuoer, publicou na rede social chinesa Weibo que as autoridades locais fecharam o centro de mineração para conter a expansão do Coronavírus.

“Tenho uma mina em um subúrbio remoto. A polícia veio e forçou todas as autoridades de mineração a desligarem”, disse ele. “É compreensível fazer uma chamada regular e proibir estritamente a saída, mas qual é o benefício de desligar as máquinas de mineração para evitar a epidemia?”

Embora não esteja claro onde é o pool de mineração, comentários nas redes sociais indicam que fica localizada na província de Xinjiang, a oeste de Wuhan, onde a epidemia começou.

Para Zhuoer, se o fechamento do seu pool de mineração não for uma exceção e as autoridades continuarem com isso, “a maioria das pessoas morrerá de pobreza antes de morrer de epidemia”.

Mercado de ações

Mercado de ações

Como mencionado anteriormente, o Coronavírus teve impacto direto no mercado financeiro, mas em contraste com o Bitcoin, cujo preço está valorizando com a expansão do vírus e o aumento da tensão mundial, os mercados de ações estão caindo.

A vantagem dada ao Bitcoin foi apontada até mesmo pelo Financial Times, mas de acordo com o analista Tone Vays, a situação pode ser apenas parcialmente vantajosa para o criptoativo, já que existe o risco real de uma crise econômica.

Doações

Doações

A Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo, enviou mais de 178.000 pacotes de suprimentos médicos de vários fornecedores, incluindo máscaras, luvas, roupas de proteção, água desinferante e kits de teste para hospitais e equipes médicas ativas na área de Wuhan e cidades vizinhas.

A iniciativa aconteceu por meio da Binance Charity Foundation, que comprou, ao todo, 470.000 pacotes, conforme anunciou o CEO da exchange, Changpeng ‘CZ’ Zhao:

A Fundação TRON, por sua vez, também lançou um apelo para os apoiadores da criptomoeda de Justin Sun, com o objetivo de coletar dispositivos médicos para enviar para Wuhan, como óculos, máscaras, comida, água, e tudo o que for necessário para lidar com a emergência.

“Essa é uma prioridade global para nós, pois essa epidemia exemplifica vividamente que, mesmo interconectados como estamos na internet, estamos igualmente conectados em nossos corpos físicos. Gostaríamos de agradecer aos Tronics de todo o mundo, que já começaram a nos ajudar a combater, isolar e derrotar esse vírus.”

Leia também: Criminosos usam notícias sobre Coronavírus como isca para roubar dados e criptomoedas de usuários

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias