Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Líderes dos principais bancos centrais do mundo planejam reunião para discutir criptomoedas

Líderes dos principais bancos centrais do mundo planejam reunião para discutir criptomoedas

banco-central-bancos-centrais-criptomoedas-encontro-bitcoin-europa

Os líderes de seis dos principais bancos centrais do mundo estão considerando marcar sua primeira reunião para discutir criptomoedas em meados de abril, segundo publicação do Nikkei, principal índice econômico da Bolsa de Valores de Tóquio.

Os representantes das instituições da Europa, Japão, Canadá, Suécia, Grã-Bretanha e Suíça devem se encontrar para discutir pesquisas conjuntas sobre moedas digitais e analisar a possível criação de seus próprios criptoativos.

A formação do grupo foi comunicada pelo Banco Central do Canadá no mês passado, e conta com a participação do Banco de Compensações Internacionais (BIS).

O objetivo da cúpula é considerar alternativas para otimizar os pagamentos internacionais e analisar medidas de segurança necessárias.

A reunião deve acontecer à margem de uma conferência internacional em Washington (EUA) em abril deste ano. Em junho deve ser lançado um relatório provisório, e outro no último trimestre do ano.

Depois de tentar ignorar e depois reprimir a tecnologia, os órgãos governamentais estão admitindo o potencial das criptomoedas, e agora correm contra o tempo para lançar suas próprias moedas digitais.

Segundo Masazumi Wakatabe, vice-governador do banco central do Japão:

“É bastante natural considerar como tornar as transações internacionais mais convenientes.”

Embora Masayoshi Amamiya, autoridade do Banco Central do Japão, tenha dito recentemente que a instituição está se preparando para um iene digital, o Banco do Japão afirma que não planeja emitir uma criptomoeda nativa em um futuro próximo.

Enquanto isso, o Banco Popular da China deve ser o primeiro a lançar sua criptomoeda nativa, apesar haver poucos detalhes sobre o projeto até então.

Na Venezuela, Nicolás Maduro lançou a Petro, uma moeda digital baseada em Petróleo que está sendo forçada garganta abaixo na população, que a considera uma farsa.

Leia também: Bancos tradicionais reduzem taxas de juros após novo corte da Selic

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias