Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

ASSIC oferece curso de criptomoedas para associados e integra clientes da Unick

ASSIC oferece curso de criptomoedas para associados e integra clientes da Unick

A Associação de Clientes InDeal (ASSIC), logo após a reunião da assembleia que ocorreu no sábado (08), vai receber um novo nome e integrar os clientes lesados da suposta pirâmide financeira Unick. 

A ASSIC passa a se chamar Associação de Investidores em Criptoativos e está oficialmente a aderir o caso da Unick em seu estatuto. 

Em entrevista exclusiva para o Criptonizando, Márcio Borba, Diretor da ASSIC, contou os próximos passos da associação e declarou que o grupo teve um grande avanço na resolução dos problemas.

No dia 14/02 às 19hs 30min, lançará um workshop gratuito para os associados sobre introdução as criptomoedas, com o intuito de “levar conhecimento às pessoas sobre o mundo das criptomoedas, para o que se destinam e quais as possibilidades de ganho neste mercado, minimizando os riscos no momento de investir e esclarecendo questões para que se evitem fraudes”, conforme divulgado pela ASSIC.

Da esquerda para direita: Advogado Dr Jean Carbonera, Márcio Borba - Diretor Executivo, Caroline Oliveira - Presidente ASSIC, Eduarda Mallman - Advogada.

A ASSIC promoverá também, um workshop semelhante para a comunidade de Caxias do Sul, no dia 18/02, completamente gratuito e presencial na Universidade Anhaguera. Para aqueles que querem participar, bastar preencher o formulário neste link.

Conforme relatado em nossa reportagem, a ASSIC foi convidada para fazer parte da regulamentação das criptomoedas no Brasil, segundo Márcio, a associação está aguardado a data para ir em Brasília na Comissão de Criptomoedas.

 

 

“A ASSIC iniciará os procedimentos para realizar ações coletivas buscando a constituição de títulos executivos – documento que descreve o crédito de cada associado de forma líquida, certa e exigível e é indispensável para cobrança dos valores tanto judicialmente, como extrajudicialmente. Além disso, os títulos executivos poderão ser negociados com empresas que tem conversado com nosso jurídico, num segundo momento”.

Segundo a associação, para tais negociações irem adiante, é necessário que eles tenham esses títulos e também uma grande quantidade de pessoas representadas na negociação.

 

“A ampliação dos associados será fundamental para o sucesso dessa proposta, tendo em vista que, não nos foram apresentadas outras possibilidades concretas de recebimento dos valores num futuro próximo.”

A associação tem como objetivo auxiliar os clientes da InDeal e da Unick Forex a recuperar os valores investidos nas empresas acusadas de pirâmide financeiras. 

O diretor da ASSIC afirmou que são mais de 15 mil pessoas em busca do dinheiro investido nas empresas. Há clientes que chegaram a aplicar cerca de R$10 milhões na InDeal.

Para todos aqueles que foram lesados pela InDeal e Unick e queiram mais informações: o canal da Associação para notícias sobre a assembleia, e o grupo da Unick, com informações jurídicas e de ressarcimento.

Leia também: 6 vantagens do Bitcoin sobre o ouro, segundo a Coinbase

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias