Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Desde a Segunda Guerra Mundial, CIA teve acesso ao sistema de comunicação criptográfico

Desde a Segunda Guerra Mundial, CIA teve acesso ao sistema de comunicação criptográfico

A Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) teve acesso ao principal sistema de criptografia do mundo desde a Segunda Guerra Mundial, conforme reportagem do The Washington Post.

Enquanto a tecnologia blockchain investe em soluções privadas para pagamentos e mensagens, outra empresa vende acesso ao sistema de comunicação criptográfico.

A empresa suíça Crypto AG, desenvolveu soluções de comunicações criptografadas para mais de 120 países ao longo do século passado. Os governos de todo o mundo, confiaram em uma única empresa para manter em segredo as comunicações de seus soldados, diplomatas e espiões. 

Entretanto, por trás da empresa a agência de espionagem alemã BND e a CIA eram os verdadeiros proprietários da Crypto AG

Segundo a reportagem, o BND vendeu sua parte para a CIA, que passou a comandar a empresa sozinha no início dos anos 90.

A CIA continuou com as operações até 2018, quando vendeu os ativos da empresa, pois o empreendimento deixou de ser necessário.

A operação Crypto é relevante para espionagem moderna. Seu alcance e duração ajudam a explicar como os EUA desenvolveram um “apetite insaciável” pela vigilância global que foi exposta em 2013 por Edward Snowden.

Edward criticou a Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) e divulgou detalhes dos programas de vigilância do governo americano. 

A CIA e o BND se recusaram a comentar sobre o ocorrido, embora as autoridades americanas e alemãs não tenham contestado a autenticidade dos documentos, conforme relatou o jornal.

A empresa Crypto AG gerou milhões de dólares em lucros que foram divididos e investidos em outras operações, entre a CIA e o BND. 

Contudo, a tecnologia blockchain e as criptomoedas estão trabalhando para garantir a privacidade dos usuários para pagamentos e mensagens. Por exemplo, os aplicativos em blockchain.

Mesmo que haja um longo caminho até que todos consigam usar a tecnologia blockchain em nosso dia a dia, para nos aproximar desta realidade, alguns aplicativos já existem, como o Brave Browser, um navegador descentralizado. 

Leia também: Empresa acusada de pirâmide com Bitcoin em SP desaparece e deixa mais de 100 clientes na mão

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias