Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin tem a maior queda diária da história e veterano faz previsão arrasadora

Bitcoin tem a maior queda diária da história e veterano faz previsão arrasadora

coronavírus-bitcoin-queda-preço-crise-economia-criptomoedas

Com a crise mundial acarretada pela recém declarada pandemia do Coronavírus, o mercado financeiro está indo ladeira à baixo, e o Bitcoin chegou a registrar sua a maior queda diária da história.

O ativo caiu de US$ 7.271 na manhã de ontem (12), para US$ 3.960 no final do dia, registrando uma queda de 50%, superando o recorde anterior de -22,93% em 18/12/2013, possivelmente atrelada a queda da Mt.Gox

Embora tenha sofrido uma leve recuperação nesta sexta-feira (13), sendo negociado a US$ 5.200 no momento da redação, o mercado de criptomoedas está em pânico, e o famoso trader e veterano Peter Brandt disse o que pensa sobre o futuro da moeda digital.

Brandt que é autor de dois livros sobre a prática de trading e analista da Factor, empresa que produz pesquisas para o mercado, não tem uma previsão animadora para os entusiastas.

Primeiro, o trader que costuma ter uma postura otimista em relação ao Bitcoin, afirma que o mercado tem reagido mal na construção de preços para a moeda digital, principalmente nas últimas semanas.

E para piorar o cenário, a crise do Coronavírus já é uma das maiores de todos os tempos, tendo sido apontada por especialistas com potencial para superar o colapso de 2008, que arrasou a economia mundial.

Previsão arrasadora para o Bitcoin

Depois da queda de 50% do Bitcoin, Brandt, que já havia dito que o criptoativo poderia cair para US$ 5.500, disse agora que a moeda pode chegar a cair abaixo de US$ 1 mil por unidade.

“Se eu interpretar o gráfico sem viés, diria abaixo de US$ 1.000”, declarou no Twitter.

O veterano que apontou o preço de US$ 20 mil do Bitcoin em 2017, citou quatro razões pelas quais mantém calma durante essa fase, na qual o pânico se instalou não só no setor financeiro global, mas em todas as áreas.

“Quatro razões pelas quais sou swing Trader, sempre uso Stops e permaneço líquido em minhas contas: 1. 1987; 2.2000; 3. 2007-2008; 4. 2020 [Todos anos de crises]”, e declarou:

“Minha lealdade é ao meu capital, não a qualquer mercado”.

Apesar da confiança de Brandt, grande parte do mercado não partilha do mesmo sentimento.

Pânico

Depois do anúncio da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que a disseminação do Coronavírus passou a ser considerada pandemia e a suspensão de viagens da Europa para os EUA por 30 dias pelo presidente Donald Trump, o mercado não para de cair.

Só ontem, o B3, principal índice da bolsa de valores brasileira, paralisou as negociações duas vezes depois de fortes quedas. É a 4° vez na história da bolsa que isso acontece.

Além disso, a Bolsa de Chicago (CME), anunciou paralisação nesta sexta-feira (13), após o fechamento do pregão.

 

Leia também: Maior corretora de criptomoedas do mundo dobra taxa de saques

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias