Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Criminoso com coronavírus exige bitcoin para não infectar família

Criminoso com coronavírus exige bitcoin para não infectar família

Uma família norte-americana informou que recebeu por e-mail ameaças de ser infectada pelo coronavírus (COVID-19) por um criminoso caso não paguem um valor em Bitcoin, conforme reportou o Cointelegraph.

Segundo o e-mail enviado para a família, a única forma de evitar a contaminação do coronavírus, seria realizar o pagamento em bitcoin. Contudo, a família decidiu não pagar o valor.

A vítima, Paul Walterhoefer, resolveu procurar ajuda, pois sua esposa de 93 anos é considerada do grupo de risco. As autoridades estão investigando o caso. 

Outras 5 pessoas da mesma família foram ameaçadas utilizando o pânico mundial do coronavírus. Os familiares de Paul seriam infectados pela doença caso não realizassem o pagamento de US$ 4.000 (R$20 mil) em Bitcoin.

A vítima explicou que já recebeu duas ameaças por e-mail e mencionou que pensou nas filhas quando a mensagem falou do contágio do vírus. 

“Quando você está ameaçando a família de alguém, temos um problema. Essa é o ‘fim da linha’. Quando você tem três filhas como eu, isso não é bom”, afirma Paul Walterhoefer.

As autoridades do caso de Paul afirmaram que outras centenas de pessoas que vivem no estado de Maryland receberam ameaças desse tipo.

A crise da pandemia tem aumentando nos últimos dias, e até a Organização Mundial de Saúde (OMS) sofreu uma tentativa de golpe associado ao coronavírus no Twitter. 

Os criminosos criaram perfis falsos em nome da OMS para pedir doações em Bitcoin, com o intuito de “combater” o coronavírus. 

Leia também: Binance lança cartão de débito de criptomoedas para usuários da exchange

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias