Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Exchange brasileira vai lançar plataforma descentralizada onde o cliente mantém a custódia do Bitcoin

Exchange brasileira vai lançar plataforma descentralizada onde o cliente mantém a custódia do Bitcoin

A exchange brasileira de bitcoin, Walltime, lançou uma plataforma de negociação descentralizada de ativos sem custódia de bitcoin, a Walltime Zero, conforme reportou o Portal do Bitcoin

De acordo com o anúncio feito pela empresa na quarta-feira (01), o novo produto visa acabar com a insegurança da custódia de ativos, conhecido como “risco de criptocustódia”. 

A corretora atua no mercado brasileiro de criptomoedas há quatro anos. O cliente vai receber sua criptomoeda diretamente do vendedor na sua carteira, como deveria ser, afirma a Walltime

“A Walltime Zero se define por uma ‘observadora de blockchain’ que valida transações públicas e realiza determinadas ações caso essa transação tenha ocorrido de fato”, segundo o anúncio da empresa.

A equipe já está trabalhando no novo produto e pode lançar já nos próximos meses, mas a intenção é que o serviço seja oferecido no final deste ano ou até o início de 2021. 

“Se uma exchange começa a guardar muito bitcoin, se ela estiver insolvente, tiver menos bitcoin reais do que está falando que tem, o mercado pode achar que tem mais bitcoin do que realmente existe. Isso pode em curto prazo afetar o preço do bitcoin”, declara a empresa.

A direção da Walltime Zero também planeja ampliar o produto.

“Expandir o serviço para um oráculo genérico para smart contracts, integrando ações do mundo real ao mundo digital de contratos automáticos”. 

A Walltime foi construída por técnicos que têm como objetivo resolver o problema da custódia de criptomoedas. 

A empresa ressalta a importância de não deixar as suas criptomoedas na mãos dos outros. “Muitas pessoas já perderam muito dinheiro confiando demais nos outros”. 

Mantenha a criptomoeda favorita o mais descentralizada possível, como realmente deveria ser.

“A centralização pode aumentar artificialmente sua criptomoeda, fazendo com que valha menos”. 

Segundo a Walltime, é importante deixar seu dinheiro por curto período nas mãos de outras pessoas, por isso a transferência será feita direto para a sua conta.

Leia também: Empresa acusada de pirâmide com bitcoin culpa coronavírus por falta de pagamentos

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias