Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

BitMEX é acusada de lavagem de dinheiro e manipulação em novo processo

BitMEX é acusada de lavagem de dinheiro e manipulação em novo processo

bitmex-criptomoedas-bitcoin-exchange-corretora-lavagem-dinheiro-manipulação-atividades-ilícitas

A BitMEX, uma das maiores exchanges de derivativos de bitcoin e criptomoedas do mundo, está sendo acusada de lavagem de dinheiro, manipulação e outras atividades ilícitas em novo processo aberto no último sábado (16).

Quem moveu a ação foi o grupo BMA LLC, no Tribunal Distrital dos EUA no Distrito Norte da Califórnia, alegando que a BitMEX e seus operadores facilitam “uma infinidade de atividades ilegais”.

Entre as acusações estão negócios fraudulentos, fraudes eletrônicas, lavagem de dinheiro, captação ilegal de recursos, manipulação de mercado, extorsão e outros, conforme reportou o NewsBTC.

A ação inclui a controladora da BitMEX, HDR Global Trading Limited, e os cofundadores Arthur Hayes, Samuel Reed e Bem Delo – os dois primeiros também atuam como diretor executivo e diretor técnico da BitMEX, respectivamente.

De acordo com o processo, os réus se envolveram nessas atividades ilegais e em muitas outras de magnitude “verdadeira impressionante” de maneira “descarada e sem lei”.

A ação alega que a BitMEX ofereceu ilegalmente seus serviços comerciais de alto risco aos cidadãos dos EUA, registrando 15% de seu volume de negócios no país em 2019, cerca de US$138 bilhões, tudo sem uma licença de transmissão de dinheiro nos EUA.

“De acordo com os dados dos próprios réus, os negócios de transmissão de dinheiro sem licença dos réus processavam, em média, US $ 3 bilhões em transferências ilegais e sem licença por dia”, afirma o documento.

O autor do processo de mais de 100 páginas diz que isso representa “o volume recorde de atividades ilegais em toda a história da regulamentação monetária nos Estados Unidos”.

Manipuladores e lavadores de dinheiro têm permissão para operar ilegalmente na exchange, segundo a ação, podendo abrir um número ilimitado de contas anônimas e não verificadas, sem limites de negociação e retirada.

Além disso, a empresa estaria arma o congelamento deliberado de servidores e usa eventos fraudulentos de “sobrecarga do sistema” para aceitar ou rejeitar ordens de negociação durante condições voláteis do mercado, para intensificar flutuações de preço e desencadear o máximo de liquidações.

“Isso causa o maior número de liquidações que fazem do BitMEX uma ferramenta requintada de“ designer ”para atores desagradáveis ​​manipularem os mercados de criptomoedas ”, alegou BMA, também conhecida como Bitcoin Manipulation Abatement (Redução de manipulação com bitcoin, em português).

Leia também: GenBit comprou jatinhos com o dinheiro dos investidores, diz reportagem da Record

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias