Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Assic esclarece a compra dos títulos executivos para recuperar o dinheiro investido na Indeal

Assic esclarece a compra dos títulos executivos para recuperar o dinheiro investido na Indeal

Mpsp-mbl-bitcoin-criptomoedas-lavagem-dinheiro---Assic esclarece a compra dos títulos executivos para recuperar o dinheiro investido InDeal

A Associação dos Investidores em Criptoativos (ASSIC) realizou uma live nesta quinta-feira (21), para esclarecer sobre os títulos executivos e como está o andamento do processo da InDeal. 

Em homenagem à um ano da Operação Egypto contra a InDeal, empresa acusada de crime contra o sistema financeiro, que prometia lucros com criptomoedas.

Em entrevista exclusiva para o Criptonizando com o advogado da Assic, Dr. Jean Carbonera, no caso específico da InDeal “um dos crimes listados é Apropriação Indébita Financeira, do qual a vítima não poderia absolutamente ser o Estado”. 

“Com base nisso, solicitamos esclarecimentos do Juízo sobre a possibilidade de a associação de clientes – proprietários dos valores indevidamente apropriados – figurar como parte do processo”, declara o advogado. 

O pedido foi feito em Embargos de Declaração, o Ministério Público Federal e o Juiz da 7ª Vara Federal afirmam que a vítima deste crime era a própria empresa InDeal. 

“A empresa que detinha a posse dos valores no momento em que alguns dos réus teriam se apropriado deles. Embora possa haver discordância desse entendimento, para nós o mais importante era ter um documento judicial esclarecendo detalhes sobre a configuração dos crimes, importante para o processo de constituição dos títulos executivos da forma juridicamente mais correta possível”, declara o Dr.

Com isso, a associação passou a buscar pelos títulos executivos na tentativa de ressarcir os clientes que investiram na empresa. 

Os títulos executivos são empresas que estão interessadas em comprar créditos. Segundo o Dr. Jean, as empresas têm interesse por ser um ativo que representa uma possibilidade de receber um valor maior no futuro. O Bitcoin é uma criptomoeda volátil que pode ter um aumento significativo nos próximos anos. 

Em entrevista, o Dr. Jean Carbonera explica o porque empresas estão interessadas na compra dos títulos executivos. 

“Quando se trata de um ativo que representa, mais do que uma possibilidade de receber no futuro um valor maior do que o que foi pago, dezenas de milhares de potenciais clientes para um negócio que o comprador tenha para oferecer como contrapartida na negociação, o negócio se torna mais interessante. Esse é o pensamento das empresas que demonstraram interesse em iniciar conversas sobre a compra dos créditos dos associados da ASSIC, ex-clientes das empresas Indeal e Unick”, declara o Dr. Jean para o Criptonizando. 

A Assic possui cerca de 20 mil associados, tanto da InDeal quanto da Unick, que estão lutando para ter os valores investidos nas empresas de volta. Porém apenas pessoas associadas a Assic vão conseguir fazer parte da venda dos títulos executivos.

O advogado da Assic afirmou na live que “se temos títulos executivos e empresas interessadas, foi por conta do grande trabalho que a associação vem realizando”. 

A associação tem como objetivo finalizar o processo no final deste ano, contudo, o Dr. Jean, diz que por conta da pandemia e das outras coisa acontecendo neste ano, não é possível afirmar uma data final. 

“Uma grande notícia saber que existe uma boa possibilidade que hoje, depois da assembleia geral lá no início do ano, possibilitou as mudanças na Assic. Até o final do ano conseguiremos resolver isso. Estamos em maio no meio de uma pandemia, não dá para dizer que até “tal data” conseguiremos. Por mais que esse ano tenha acontecido tanta coisa ruim, tudo aquilo que a Assic se comprometeu a fazer, tem feito e tem dado resultado”, finaliza o advogado.

A presidente da Associação Carolina Oliveira, finalizou a live dizendo que acredita que “em breve a gente vai conseguir encerrar essa ‘novela’ que está completando um ano, a gente não desistiu” e complementa dizendo que podem contar com a Assic. 

Para quem quiser mais informações, a ASSIC disponibiliza dois grupos no Telegram para todos aqueles que foram lesados pelas duas empresas. O canal da Associação, e o grupo da Unick, com informações jurídicas e de ressarcimento.

Leia também: Mercado Bitcoin divulga programa de segurança contra lavagem de dinheiro

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias