Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Stablecoins ultrapassam o Bitcoin com o maior valor de transferência do mercado

Stablecoins ultrapassam o Bitcoin com o maior valor de transferência do mercado

Stablecoins ultrapassam o Bitcoin com o maior valor de transferência do mercado

Enquanto o bitcoin tem um declínio contínuo no valor de transferência do mercado, as stablecoins superam o BTC, segundo o Fxstreet

O bitcoin perdeu cerca de 1% em uma semana, a moeda estava sendo negociada em torno de US$9.200. Os principais índices de ações também permaneceram em uma tendência de preço baixo na semana passada.

O volume de negociação caiu cerca de 16%, o nível de negociações está em média de US$13 bilhões. O volume real de negociação de bitcoin por dia é de US$430 milhões.

A única criptomoeda com volumes diários de negociações superiores a US$1 bilhão é a stablecoin Tether (USDT). A criptomoeda está em US$1,5 bilhão por dia. 

A stablecoin mais próxima em termos de volume é o USD Coin (USDC), que está em US$32 milhões por dia. É provável que as stablecoins cresçam apenas com o tempo.

A integração com o setor bancário tradicional seja possível com base em criptomoedas estáveis, as stablecoins já estão sendo consideradas para isso, por mais que demore para ser concretizar. 

Existem vários cenários possíveis para criptomoedas voláteis. Uma delas é que, após o término do período de formação, o valor das moedas são fixos próximo a um determinado nível de preço. 

O Ethereum e outras criptomoedas que vão muito além do interesse especulativo podem seguir esse cenário. 

Já o bitcoin e outras criptomoedas voláteis, por outro lado, teriam que aceitar atualizações de rede que permitiriam atrair interesses não especulativos.

Quando se comparado com o mercado tradicional, o mercado de criptomoeda é pequeno. No momento, dada a visão dos investidores institucionais do bitcoin como um ativo arriscado, pode ter um impacto particularmente forte sobre as perspectivas das criptomoedas.

O mercado de criptomoeda é extremamente limitado e qualquer decisão significativa dos investidores institucionais criará uma onda massiva. 

Em 2020 o uso de stablecoins dobrou, de US$6 bilhões para US$12 bilhões em um período de cerca de 4 meses, segundo o CoinMetrics. 

A expectativa é que as stablecoins sejam cada vez mais utilizadas como meio de troca. As stablecoins podem ser o gateway que ajuda a estimular a doação global de criptomoeda e aumentar o uso de BTC e outros ativos digitais ao longo dos anos.

O fundador da  Quantum Economics, investidr e analista Mati Greenspan, comentou em seu perfil no Twitter, com a imagem “se preparem, as CBDCs estão chegando” que não tem certeza “se é uma coisa boa ou não, mas definitivamente está acontecendo. A essa altura, no próximo ano, todos os bancos centrais terão algum tipo de moeda digital”. 

 

Leia também: Hackers atacam empresa de comunicação argentina e exigem R$40 milhões em Monero

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias