Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

'Dinheiro não foi feito para ser guardado', diz Nathalia Arcuri, do Me Poupe!

'Dinheiro não foi feito para ser guardado', diz Nathalia Arcuri, do Me Poupe!

nathalia-arcuri-me-poupe-dinheiro-economia-investir-
Imagem: Divulgação.

Para Nathalia Arcuri, jornalista, investidora e CEO do Me Poupe!, o maior canal de finanças pessoais do mundo no Youtube, o dinheiro não foi feito para ser guardado. 

Em entrevista ao Jornal do Comércio, a empreendedora de 35 anos disse que as pessoas devem colocar o dinheiro para trabalhar, para que elas mesmas possam trabalhar menos. Afinal, quem não gostaria de poder desfrutar mais da vida? 

A autora do livro ‘Me Poupe! 10 passos para nunca mais faltar dinheiro no seu bolso’ argumenta que as pessoas de todos os níveis sociais têm comportamentos muito destrutivos a respeito do próprio dinheiro, e questiona: 

“Quem é que não comprou algo que não precisava durante a pandemia?” 

O que fazer com o dinheiro? 

“Se a gente não sabe para que esse dinheiro vai servir, qualquer coisa serve”, aponta a especialista, ressaltando que o problema é uma questão cultural sobre o que aprendemos a respeito de dinheiro. 

Nathalia, que fez seu primeiro investimento aos 18 anos, alerta: 

“Não devemos usar o dinheiro para guardar, pois dinheiro não é colecionável, como uma figurinha para completar um álbum.” 

Segundo a empreendedora que conta com mais de 5,2 milhões de inscritos no Youtube, não existe milagre para multiplicar o dinheiro, é preciso planejamento, disciplina e paciência. 

Ela enfatiza a necessidade de mudar a dinâmica que, na maioria das vezes, prende as pessoas em empregos que não gostam por conta de compras banais no dia a dia. 

Se vicie em investir 

Para a youtuber, é preciso “atrelar os investimentos aos objetivos”. E isso é tão viciante quanto realizar uma compra, argumenta. 

Os investimentos começam a fazer mais sentido quando pensamos neles como um meio para chegar a um objetivo maior e mais prazeroso, como uma viagem, a faculdade dos filhos, a compra de uma casa, explica Nathalia. 

Devemos separar parte do dinheiro para ser empregada para curto, médio e longo prazo”, afirma. “Vai dizer que você não tem 20 minutos por dia?” 

Onde colocar o dinheiro? 

Não adianta querer deixar o seu dinheiro na poupança para daqui a 20 anos comprar uma casa. Será muito frustrante”, diz a investidora, ressaltando que “cada objetivo e cada prazo terão investimentos diferentes”. 

No caso de investimentos a longo prazo, é preciso diversificar ainda mais a carteira, aponta, já avisando que investir “não é do dia para a noite” e, portanto, não se deve esperar resultados imediatos.  

“É por isso que tanta gente é feita de trouxa em esquemas de pirâmide”, afirma. 

Nathalia enfatiza que “se você tomar mais riscos, o dinheiro se multiplicará mais depressa”. 

Leia também: O gigante acordou: Goldman Sachs explora criação de stablecoin própria

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias