Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Nubank lança ferramenta com rendimento acima de 100% do CDI

Nubank lança ferramenta com rendimento acima de 100% do CDI

nubank-resgate-planejado-dinheiro-investimento-cdi-ferramenta-opção-funcionalidade-como-usar-onde-app-fintech-economia-brasil
Imagem: Nubank/Divulgação.

Nubank lançou nesta segunda-feira (10) uma nova funcionalidade que garante rendimentos maiores do que 100% do CDI. 

A ferramenta, denominada Resgate Planejado, permite guardar seu dinheiro com uma data de resgate definida. 

A opção criada “para ajudar e incentivar” os usuários do Nubank “a se planejarem financeiramente” está em fase de testes, disponível para alguns clientes antes de ser ampliada para toda a base, anunciou a fintech. 

Ela é ideal para aquelas quantias que você sabe que não precisará mexer no curto prazo – e pode deixar rendendo por mais tempo, a uma taxa melhor”, diz a startup brasileira lançada em 2013. 

Nessa opção, não existe valor mínimo para guardar o dinheiro e quanto maior o tempo que você escolhe para deixar o valor guardado, maior será o rendimento. 

“O rendimento segue uma curva crescente – ou seja, aumenta – conforme o tempo guardado também aumenta.” 

Atualmente, durante a fase de testes, os clientes do Nubank podem escolher uma data de resgate de até dois anos, que começa a ser contada a partir da data de depósito. 

“Para a data máxima de resgate, de dois anos, o rendimento pode ser de 118% do CDI.” 

Todos os depósitos na função Resgate Planejado têm uma cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) de até R$ 250 mil por CPF, ressalta a fintech. 

A ferramenta está localizada dentro da função Guardar Dinheiro, no painel da conta do Nubank, dentro do aplicativo. 

Ao digitar o valor que deseja guardar, o usuário receberá opções de datas de resgate, cada uma com um rendimento diferente. 

No entanto, a startup enfatiza que, inicialmente, não será possível resgatar os valores antes do prazo escolhido no momento do depósito. 

Dados expostos e problemas com auxílio

No mês passado, os clientes fintech eleita como o melhor banco do Brasil pela Forbes se assustaram com a notícia de que seus dados foram expostos no Google e outras ferramenas de busca na Internet. 

Uma falha encontrada pelo pesquisador Heitor Gouvêa expôs informações como número da conta, nome completo e CPF. O problema foi reportado e corrigido pelo banco digital. 

Na mesma semana, clientes do Nubank reportaram o sumiço de até 600 reais de suas contas após um ajuste feito pela fintech. 

O valor seria referente ao pagamento do auxílio emergencial disponibilizado através da Caixa Econômica Federal e algumas contas teriam recebido uma quantia superior ao valor correto, devido a um erro no sistema da Caixa. 

Contudo, segundo o Nubank, os dados fornecidos pelo banco estatal continham inconsistências, resultando em estornos equivocados. Assim, a empresa decidiu “reverter imediatamente” os valores aos seus clientes “mesmo não sendo responsável pela falha”, afirmou. 

Leia também: Samsung anuncia 6G enquanto Brasil corre atrás da 5G

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias