Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

FED está correndo atrás do prejuízo e trabalhando no dólar digital

FED está correndo atrás do prejuízo e trabalhando no dólar digital

FED está correndo atrás do prejuízo e trabalhando no dólar digital

O Sistema de Reserva Federal dos EUA (Fed) e vários bancos estão correndo trabalhando ativamente no dólar digital, enquanto a China já está em fase de testes com o Yuan digital.

A Didi, o gigante aplicativo de viagens, conhecido como “Uber da China”, testará o Yuan digital como um sistema de pagamentos em sua frota de carros com aplicativos. 

Enquanto, os EUA inicia o projeto do dólar digital, a presidente do Federal Reserve Bank de Cleveland, Loretta J. Mester, descreveu o trabalho do Fed na moeda digital do banco central do país (CBDC).

Segundo Loretta, a experiência com pagamentos de emergência liderados pela pandemia de coronavírus acelerou o trabalho nesta área, conforme reportou o News Bitcoin.

“A legislação propôs que cada americano tenha uma conta no Fed na qual dólares digitais poderiam ser depositados, como passivos dos Bancos do Federal Reserve, que poderiam ser usados ​​para pagamentos emergenciais”, afirma Loretta.

A presidente acrescentou que outras propostas criariam um instrumento de pagamento, o dinheiro digital, que seria exatamente como a moeda física emitida pelos bancos centrais hoje.

O banco central pode emitir diretamente o CBDC nas carteiras dos usuários finais, utilizando serviços de transferências e resgate facilitados pelo banco.

Loretta diz que “o Fed vem pesquisando questões levantadas pela moeda digital do banco há algum tempo”. 

Enfatizando também que vários bancos dos Fed fazem parte das inciativas para explorar o uso de uma moeda digital.

O Fed tem um laboratório de tecnologia que tem construído plataformas e testado uma variedade de tecnologias relevantes para o CBDC e outras inovações de pagamentos. 

“Dado o papel importante do dólar, é essencial que o Federal Reserve permaneça na fronteira da pesquisa e do desenvolvimento de políticas relacionadas às moedas digitais do banco central”, comentou anteriormente o governador do Conselho do Federal Reserve, Lael Brainard.

Loretta enfatizou a necessidade de avaliar os riscos, custos, benefícios e questões de política potenciais em torno de um dólar digital, como “estabilidade financeira, estrutura de mercado, segurança, privacidade e política monetária”.

Na corrida para o lançamento do CBDC, Japão está 6 anos atrás da China

O Japão pode estar 6 anos atrás da China no progresso de sua moeda digital emitida pelo Banco Central, chamada de CBDC, de acordo com especialista japonês. 

Leia também: Legisladores israelenses querem bitcoin como moeda e não como ativo

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias