Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Governos vão "proibir" o Bitcoin, diz Ray Dalio, criador do maior fundo de hedge do mundo

Governos vão "proibir" o Bitcoin, diz Ray Dalio, criador do maior fundo de hedge do mundo

ray-dalio-bitcoin-btc-criptomoeda-governos

Para Ray Dalio, criador do maior fundo de hedge do mundo, o Bitcoin (BTC) não é um bom ativo alternativo, pois deve ser proibida por governos ao redor do mundo.

O investidor bilionário fundador do Bridgewater Associates, disse em entrevista ao Yahoo Finance que espera que o mundo se volte cada vez mais para as moedas digitais emitidas por bancos centrais – as famosas CBDCs, como o yuan digital, da China.

Dalio descreve três problemas principais do BTC, que devem impedir que o ativo seja bem-sucedido da maneira que a maioria das pessoas espera, e afirma: “Eu não preferiria Bitcoin a ouro“.

Segundo ele, o BTC “teoricamente é bom, mas existem três coisas básicas”:

“Uma moeda tem que ser um meio de troca eficaz, uma reserva de valor, e os governos querem controlá-la”, declarou, acrescentando que, atualmente, ainda não é possível “comprar coisas facilmente” usando o BTC como forma de pagamento.

Para o bilionário, o Bitcoin é “muito volátil”, o que impede que o ativo seja útil como reserva de valor, sem contar o grande obstáculo que os governos de todo o mundo representam.

Embora alguns tenham tentado, nenhum governo até hoje obteve sucesso no objetivo de banir o Bitcoin. Contudo, Dalio acredita que isso pode acontecer em algum momento no futuro:

“Eles [os governos] usarão todos os dentes que tiverem para fazer isso. Eles dirão, ‘ok, você não pode negociar [com] Bitcoin. Você não pode tê-lo’. Então você teria que ser tipo, um criminoso”, disse ele. “Eu vou ser um criminoso? Eles baniram o ouro.”

O fundador do Bridgewater Associates diz ainda que “não preferiria Bitcoin a ouro”,  embora defenda que a chave para um portfólio de sucesso é “diversificar, diversificar, diversificar”.

A opinião do investidor bate de frente com o que outros grandes do setor de investimentos acreditam.

Os gestores Paul Tudor Jones e Stan Druckenmiller, por exemplo, consideram o Bitcoin uma reserva de valor viável.

Para Jones, famoso investidor de Wall Street, apostar no Bitcoin ‘é como investir cedo na Apple ou no Google’.

Já Druckenmiller vê a principal criptomoeda do mercado tendo um melhor desempenho que o ouro devido ao maior potencial de risco-retorno.

Leia também: Brasil: Tribos indígenas rivais se unem para lançar criptomoeda

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias