Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Já é possível negociar imóveis em SP com criptomoedas?

Já é possível negociar imóveis em SP com criptomoedas?

Leia nosso artigo e entenda um pouco mais sobre o assunto! 
comprar-imoveis-sp
Divulgação: Freepik

Sempre estivemos acostumados com as moedas tradicionais, mas hoje as moedas digitais se tornaram uma realidade no mundo todo, e o mercado abriu espaço para criptomoedas famosas como forma de pagar por diversos produtos (como comida, passagens aéreas, eletrônicos e até mesmo imóveis). Surpreendentemente, os imóveis agora podem ser negociados com moeda digital. Para isso, basta encontrar pessoas e empresas interessadas neste negócio, o que de fato é possível porque hoje existem milhares de empresas aceitando o Bitcoin como meio de pagamento, ao comprar apartamento em SP. 

O que são moedas digitais e como funcionam? 

A moeda digital é usada para transações, mas o papel-moeda não é necessário. Da mesma forma, o valor correspondente à moeda também é calculado eletronicamente, razão pela qual a moeda eletrônica possibilita as transações online entre pessoas físicas e empresas em todo o mundo. Existem mais de mil criptomoedas, mas hoje, o Bitcoin é o mais famoso do mundo. Entre as principais características, a característica é a forma de emissão emitida por computadores e não pelo banco central, e o fato de o valor de cada moeda variar dependendo do mercado e da quantidade de emissão. 

Para possuir uma dessas moedas, você deve comprar ou vendê-la em troca. Outro ponto importante é que a tecnologia foi projetada especificamente para essas transições: blockchain. Como resultado, as transações podem ser realizadas com mais segurança e erros como o uso de formulários duplicados podem ser evitados. 

Por que usar moeda digital ao comprar imóveis? 

Os corretores imobiliários que aceitam bitcoin ao comprar ou ingressar na venda de casas em São Paulo, pois estão apostando na diversificação de suas opções financeiras e aproveitando a popularidade crescente das criptomoedas. Além disso, a ferramenta é considerada segura e não burocrática, pois as transações são registradas no sistema e não há fraude. Atualmente, moedas como o Bitcoin já estão sobrevalorizadas e ganhando cada vez mais popularidade, mas devemos perceber que, como na bolsa de valores, existe o risco de uma rápida depreciação. 

Como comprar um imóvel com Bitcoin? 

Em janeiro de 2018, utilizando cerca de 36.000 reais de moeda e utilizando apenas 20 Bitcoins, foi possível fazer investimentos imobiliários iniciais, dependendo da região, até que alguns imóveis fossem adquiridos. Porém, a quantidade de moedas a serem compradas vai depender da valorização imediata da criptomoeda, ou seja, é preciso esperar que o mercado se equilibre para fazer a melhor compra, assim como em uma bolsa de valores. 

Os corretores imobiliários que aceitam essas moedas nas transações geralmente o fazem após a abertura de uma conta virtual, que gera códigos de armazenamento de criptomoedas e algumas garantias das partes envolvidas na negociação. 

Em seguida, o Bitcoin foi vendido e se tornou uma realidade. A transação exige o custo do imóvel, que deve pagar uma comissão de aproximadamente 1% para obter o valor ou parte do valor real. No entanto, no Brasil, o banco central ainda não emitiu garantias ou certificados para essas transações. 

Por outro lado, alguns agentes imobiliários aceitam o uso de moeda digital na compra de imóveis em São Paulo e a utilizam como entrada para a compra. Outros oferecem descontos de aproximadamente 5% para compradores que optam por pagar com Bitcoin. A Comissão de Valores Mobiliários (Securities and Exchange Commission) tomou posição sobre o assunto em 2017 e esclareceu que algumas transações em moeda virtual podem estar sujeitas ao disposto no artigo 6.º 385/76. 

A sociedade está mudando, as formas e transações comerciais também estão mudando. Não há dúvida de que a criptomoeda desempenhou plenamente seu papel globalmente e é uma tendência do mercado, incluindo a compra de imóveis em São Paulo em moeda digital. Hoje, de certa forma, apenas 1 Bitcoin equivale a aproximadamente 33.000 mil reais em moeda brasileira. 

Mas como pagar o aluguel com criptomoeda? 

Com a superlotação de criptomoedas, principalmente na compra e venda de bitcoins, alguns mercados começaram a aceitá-los como meio de pagamento. Conforme noticiado no noticiário da Globo News em 2017, a notícia falava de um apartamento em Miami, nos Estados Unidos, com vista para o mar, que só aceita pagamentos em Bitcoin. O proprietário solicitou 33 bitcoins para concluir transações no valor de mais de $ 600.000 na época. 

No Brasil, isso também se tornou uma tendência, mas mesmo que não seja amplamente utilizado, pagar aluguel por criptomoeda está se tornando uma opção em um futuro próximo. Isso será benéfico tanto para os inquilinos quanto para as imobiliárias, que poderão realizar transações pela Internet, o que economizará muito tempo e dinheiro. Eles também estão mais confiantes de que a transação será concluída. 

Também entenda o que é um blockchain: 

Blockchain é uma tecnologia desenvolvida para tornar os programas mais seguros e reduzir a burocracia por meio da descentralização. É usado como uma grande caixa registradora para registrar várias transações e transações. Por exemplo, para transferências de criptomoedas, seu envio será registrado. 

Mas por que é tão seguro? As páginas do livro caixa são distribuídas em vários computadores e servidores em todo o mundo. 

Portanto, apagá-los ou eliminá-los é uma tarefa quase impossível. Essas transações são armazenadas em blocos extremamente seguros e criptografados. Ao mesmo tempo, são públicos e qualquer pessoa no mundo pode acessá-los, facilitando o pagamento do aluguel por meio de criptomoeda. 

Esses blocos são conectados entre si por meio de links chamados de “hashes”. Juntos, eles criaram este blockchain. Os mineiros são usados ​​para vincular esses blocos usando programas de código complexos. 

Gostou deste artigo? Então compartilhe em suas redes sociais, para que mais pessoas saibam se já é possível negociar imóveis com criptomoedas. 

Últimas Notícias