Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin despenca mais de R$ 10.000 em poucas horas: Veja os motivos e o que vem a seguir

Bitcoin despenca mais de R$ 10.000 em poucas horas: Veja os motivos e o que vem a seguir

btc-bitcoin-criptomoedas-criptoativos-moedas-digitais-queda-preço-investir-vender-economia-dólar

A manhã desta quinta-feira (26) começou em tom frustrante para entusiastas do Bitcoin (BTC) com uma forte correção no preço do ativo, levando junto o mercado cripto e trazendo insegurança para muitos investidores.

A moeda começou o dia cotada em R$ 100.663, mas despencou 11%, indo para R$ 88.405 logo cedo.

bitcoin-preço-queda
Queda do Bitcoin na manhã desta quinta-feira (26). Fonte: Coinmarketcap

Na cotação em dólar, o BTC caiu de US$ 19.000, próximo de bater sua máxima histórica em dólares, para US$ 16.553.

Especialistas explicam os motivos

De acordo com Ki Young Ju, CEO do recurso de análise on-line Crypto Quant, a correção no preço do Bitcoin foi causada por grandes investidores, as famosas “baleias”.

“A média de entrada de todas as exchanges aumentou algumas horas atrás. Isso indica que as baleias, relativamente falando, depositaram Bitcoin nas bolsas”, disse no Twitter.

No entanto, Young Ju afirma que “os indicadores de longo prazo da rede dizem que a pressão de compra prevalece”.

“Ainda acho que podemos quebrar US$ 20.000 em alguns dias”, afirma.

Para Igor Runets, fundador e CEO da empresa de soluções para mineração em grande escala BitRiver, a queda “foi provavelmente causada pelo medo, incerteza e dúvida criada pelas notícias que surgiram no mercado”, disse ao Decrypt.

Jason Deane, analista de Bitcoin da Quantum Economics, argumenta que a alta histórica do Bitcoin, de US$ 20.000, em dezembro de 2017, “é uma grande barreira psicológica”. “Quebrá-la requer um forte impulso”, afirma.

Além disso, a retomada dos saques da exchange de criptomoedas OKEx, uma das maiores do mundo, também é apontada como um fator que influenciou a queda agora que traders podem retirar e vender seus Bitcoins e realizar seus ganhos.

O que vem a seguir?

O analista Michael Van de Poppe aponta que o Bitcoin deve recuperar os níveis de preços para retomar sua alta rumo a US$ 20.000.

Segundo ele, a área de US$ 18.500-18.800 é “imediatamente a resistência mais importante para ser rompida para o mercado ser altista novamente”.

“Se o Bitcoin sustentar um suporte acima de US$ 15.800-US$ 16.300, o mercado altista provavelmente será retomado”, diz Van de Poppe.

No momento da escrita desta matéria, o Bitcoin está cotado em US$ 16.550, e R$87.000 no Brasil.

Altcoins em queda 

A queda no preço do Bitcoin derrubou também algumas das principais criptomoedas do mercado.

A XRP caiu mais de 20%, enquanto o Bitcoin Cash e Chainlink desceram 18% e 18,5%, respectivamente. Já a Ethereum caiu 15%, acompanhada pela Litecoin.

Leia também: Bitcoin: Baleias atingem um novo recorde após 4 anos

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias