Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin segue a todo vapor e ultrapassa os US$ 8000. Veja os principais motivos da alta

Bitcoin segue a todo vapor e ultrapassa os US$ 8000. Veja os principais motivos da alta

bitcoin criptomoedas celebridades

Ontem, o preço do bitcoin subiu mais de 13%, chegando a máxima de US$ 8.100, após uma leve correção o preço se estabilizou ao redor de US$ 8.000. Hoje o preço voltou a subir e no momento da escrita dessa publicação se situa em US$ 8.146.

O aumento levou a capitalização de mercado do Bitcoin para US$ 140 bilhões e a um aumento de US$ 1.000 no seu valor unitário em apenas um dia.

Isso ocorreu depois que a BTC atingiu US$ 7.500 no fim de semana pela primeira vez desde setembro do ano passado. De fato, a pressão de compra de segunda-feira levou a um volume de negociação  a cerca de US$ 30 bilhões em 24 horas – uma soma impressionante para esse período que indica o frenesi comercial do dia.

Com o novo avanço do bitcoin além do ponto de resistência de US$ 6.500 agora ainda mais decisivo, mais analistas  estão concluindo que a fase de baixa do mercado que derrubou os preços em cerca 95% de seu valor pode ter acabado.

Olhando para os números, percebemos muitos sinais positivos. Após os ganhos de segunda-feira do bitcoin, a moeda subiu 56% no mês e 121% no trimestre. O BTC também subiu 1.680% nos últimos cinco anos e agora está apenas 7% abaixo do seu preço um ano atrás.

A alta do Bitcoin também ajudou as outras principais criptomoedas – A Ethereum ganhou 10%, ultrapassando US$ 200 e e chegando até US$ 210. A XRP subiu 21%, atingindo US$ 0,39. O Bitcoin Cash (BCH) subiu 10%, para US$ 399. E o Litecoin ganhou 5%, atingindo US$ 91.

As altas no mercado  foram, sem dúvida, estimuladas por uma enxurrada de boas notícias que atingiram o Cripto Mercado na segunda-feira.

 

Enxurrada de boas notícias

Sem dúvidas, dia 13 de maio nao faltou boas notícas para o Bitcoin.


Primeiro veio o anúncio da ION, uma nova rede de identidade descentralizada da Microsoft que a empresa construiu sobre o Bitcoin.

O ION permitirá aos usuários uma maneira de proteger suas identidades de forma privada e digital. Como o vice-presidente de gerenciamento de programas da Microsoft Identity Division, Alex Simons, explicou em seu anúncio, o objetivo é o empoderamento do usuário:

“Acreditamos que todas as pessoas precisam de uma identidade digital descentralizada que possuam e controlem, apoiadas por identificadores próprios que possibilitem interações seguras e que preservem a privacidade. Essa identidade própria deve integrar-se perfeitamente em suas vidas e colocá-las no centro de tudo o que elas fazem no mundo digital ”.

Além da ION, a Exchange Bakkt  também gerou rumores ao anunciar que estava se preparando para testar seus contratos futuros de bitcoin a partir de julho
.

A startup Flexa também anunciou uma parceria com a Gemini para permitir que os usuários usassem criptomoedas para pagamentos em lojas como Barnes & Noble, Lowes e Office Depot.

Por fim, havia o eBay, cujos anúncios revelados no dia da abertura da conferência Consensus levaram o mercado acreditar que em breve deverão aceitar pagamentos em moedas digitais.

Leia também: Site denuncia envolvimento da Igreja Universal em esquema de pirâmide

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Últimas Notícias