Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Brasil deixa EUA para trás e é responsável por 30% das transações da Ripple no mundo

Brasil deixa EUA para trás e é responsável por 30% das transações da Ripple no mundo

xrp ripple transações pagamento bitcoin

Mais de 30% das operações de transferência da Ripple vêm do Brasil, de acordo com Eric van Miltenburg, vice-presidente sênior de operações globais do sistema de pagamento distribuído em entrevista à Época Negócios.

A Ripple, que acaba de completar um investimento de US$ 50 milhões na MoneyGram, empresa líder global de serviços de pagamento, abriu um escritório no Brasil em junho deste ano.

O executivo afirmou que a porcentagem de operações de transferência de pagamentos realizadas no Brasil é superior aos Estados Unidos e países da Europa.

“Uma medida que usamos é a quantidade de transferências, sem considerar o total de dinheiro entrando ou saindo. Por esse critério, o Brasil representa 30% de todas transações da Ripple”, explicou.

Ao ser questionado sobre o motivo de os Estados Unidos e Europa não estarem entre os principais mercados da Ripple, ele apontou para o fato de que países mais desenvolvidos costumam ter uma estrutura mais eficiente de transferência internacional de dinheiro, e declarou:

Podemos melhorar o fluxo de pagamentos entre os Estados Unidos e a Zona do Euro? Certamente. Mas nossa vantagem competitiva é bem maior em corredores mais exóticos, como entre Brasil e Tailândia.”

No entanto, ele afirma que, o objetivo da Ripple é “fortalecer as moedas nacionais, em vez de competir com elas”.

Leia também: Analista diz que comprar XRP atualmente é quase o mesmo que comprar BTC por $10

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias