Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Casa da Moeda à beira da falência, greves e um futuro incerto para a estatal

Casa da Moeda à beira da falência, greves e um futuro incerto para a estatal

Desde o início do governo de Jair Bolsonaro, o presidente pretende privatizar os serviços oferecidos pela Casa da Moeda. 

Com isso, os servidores públicos do local estão fazendo paralisações e greves pelos funcionários que alegam não receber seus salários desde dezembro de 2019. 

Foram cerca de 1.900 funcionários da Casa da Moeda fazendo uma paralisação de 24 horas, por conta do acordo salarial de 2019 e a falta de pagamento. 

Segundo a Folha de São Paulo, os funcionários reclamaram que o plano de saúde passou de 10% para 50% e que estão desde 1º de janeiro sem seguro de vida. Os cortes realizados seriam uma tentativa de evitar que a Casa da Moeda chegue à falência. 

Contudo, os problemas da estatal estão cada vez maiores, a empresa não gera lucro, por mais que seja a única a deter a impressão de dinheiro no Brasil, a estatal está indo em direção a falência, admitiu o presidente da Casa da Moeda, Eduardo Sampaio.

Desde 2017 a estatal vem passando por processos de mudanças, o primeiro de uma série de três anos de prejuízo. Com o plano do presidente do Brasil para privatizar os serviços oferecidos pela Casa da Moeda, a impressão de dinheiro poderá ser realizada por terceiros.

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 665/19 está sendo discutido para anular o decreto do presidente Bolsonaro de privatizar a Casa da Moeda do Brasil, a proposta está em análise na Câmara dos Deputados.O projeto tem como objetivo melhorar o fluxo das contas públicas.  

As principais atividades da Casa da Moeda consta na impressão de cédulas, moedas metálicas e selos de cigarros, sendo a impressão de papel-moeda a maior fonte de renda da estatal.

Entretanto, o papel-moeda pode estar prestes a acabar, principalmente com a adoção das criptomoedas e o crescimento do uso de contas digitais e cartões, onde as pessoas estão deixando de utilizar o dinheiro físico. 

Leia também: 5 motivos pelos quais o Bitcoin chegará em cinco dígitos em breve

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias