Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Negociações com Bitcoin aumentam na Venezuela após bancos fecharem devido ao Coronavírus

Negociações com Bitcoin aumentam na Venezuela após bancos fecharem devido ao Coronavírus

Militares apreendem 315 ASICs de mineradora local de bitcoin na Venezuela

A Venezuela está em quarentena em todo o país para combater a propagação do Coronavírus, e todos os bancos foram fechados. Ao mesmo tempo, as negociações de Bitcoin nas exchanges P2P está aumentando, conforme reportou o Decrypt

São 33 casos de COVID-19 confirmados em toda a Venezuela, e como resposta, o Presidente Nicolas Maduro colocou o país em quarentena para impedir a propagação do vírus. 

Todo o sistema bancário nacional fechou suas portas por um período indeterminado, mas a força do Bitcoin parece estar aumentando no país. 

O chefe do Sudeban, o mais alto órgão regulador de todas as atividades bancárias da Venezuela, Antonio Morales Rodriguez, emitiu uma carta endereçada aos bancos nacionais, pedindo que fechem suas portas sem uma previsão de retorno. 

“#EsNoticia || Circular enviada a todas as instituições do setor bancário, relativa à continuidade do serviço bancário em linha durante o estado de alarme”.

A escassez de caixa, a dependência do dólar e a falta de infraestrutura tecnológica levaram os venezuelanos a dispensar os serviços bancários tradicionais. 

O volume de negociação de Bitcoin está passando pelo seu maior aumento no ano.

No final de fevereiro, o volume era de cerca de 491 BTC. Na semana passada, esse número havia aumentando para 540 BTC. Isso supera o volume de bitcoin negociado em dólares na mesma plataforma, LocalBitcoins, que fechou a semana a 479 BTC.

Na América Latina, outros países (com exceção do Brasil) estão se tornando cada vez mais cautelosos em relação ao novo Coronavírus.

Países como Chile, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e Paraguai fecharam suas fronteiras e grande parte da população dessas nações foi forçada a ficar em quarentena. 

O volume de negociações de Bitcoin na Colômbia passou de 289 BTC para 403 BTC, em apenas uma semana no meio da pandemia. Isso mostra que apesar do pânico, das quarentenas e dos fechamentos bancários, o Bitcoin permanece aberto. 

Leia também: ‘Enquanto eu tiver um centavo, o preço do Bitcoin não vai para 0′, diz CEO da Binance

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias