Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Dono da Unick Forex diz ter R$ 1 bilhão em ligação gravada pela PF

Dono da Unick Forex diz ter R$ 1 bilhão em ligação gravada pela PF

unick-forex-clientes-leidimar-lopes-pagamento-pf-piramide-financeira-bitcoin-criptomoedas
Imagem: Reprodução/Youtube.

Leidimar Lopes, dono da Unick Forex, considerada a maior pirâmide financeira a atuar no Brasil nos últimos anos, revelou ter R$ 1 bilhão em uma ligação gravada pela Polícia Federal (PF).

Conforme publicação do Livecoins, a transcrição do diálogo que consta no processo que a empresa responde na Justiça, ocorreu numa conversa por telefone entre Leidimar e seu irmão, Itamar Lopes.

No áudio interceptado pela PF em 9 de julho de 2019, Leidimar diz ao irmão que a pressão está crescendo devido ao atraso nos pagamentos dos clientes, e culpa a Urpay (hub de pagamentos) pelos problemas.

Além de mencionar o uso de “quase R$300 milhões” para “tapar um buraco”, o presidente da Unick Forex diz que tem cerca de R$ 1 bilhão na empresa Softpay, detentora da Fullbank, outra plataforma online para processamento de pagamentos.

“Eu tenho duas preocupações com a Fullbank. Uma, tenho quase 1 bilhão na conta deles. Esse dinheiro tá em conta bancária. Se o banco uma hora resolve bloquea as contas deles, fudeu comigo, né?”, disse Leidimar ao irmão.

A conversa segue:

LEIDIMAR: Então, primeira questão é essa. Outra coisa é os pagamentos, API, eles tem que te chaveamento de API, eles tão com Caixa e Banco do Brasil tá com chaveamento de API, tá ótimo, com os outros já tá dando pau. ITAMAR: Uhum.

LEIDIMAR: Porque eles tão fazendo manual. Tá dando pau porque tem que faze manual e manual não dá. Que nem nós quando nós fazia pagamento manual.

ITAMAR: Uhum.

LEIDIMAR: Só que claro, eles tão tudo em dia porque eles tão lá com 600, 700 pagamentos pra conta bancária por dia, então isso é pouco. ITAMAR: Claro.

LEIDIMAR: Mas quando eles chega, que nem nós hoje, 50, 60 milhões de pagamento.

ITAMAR: Sim.

LEIDIMAR: E aí, comé que fica?

ITAMAR: Aí trava tudo.

LEIDIMAR: Mas aí… mas ali eu tô em cima aqui e vô ajuda eles [ininteligível], pelo menos são aqui de perto eu sei quem são, vô ajuda eles firme mesmo. Tô botando um banco também pra opera junto com eles, pra dá estrutura pra eles. Só que eu preciso resolve esse problema da Urpay agora. O problema é agora com a Urpay. Se eu chega a acerta alguma coisa com a Fullbank, eu boto dois dos meus lá dentro trabalha junto com eles lá e aí acertamo esses pagamento. Porque ainda está dentro do prazo. É 2, 3 dias nós temos pagando da Unick pra Fullbank. Então se o cara leva 3, 4, 5 lá, tá dentro do prazo ainda.

Com o diálogo, o Ministério Público Federal levantou a hipótese de sociedade oculta entre o presidente da Unick Forex e a Softpay, e pediu quebra de sigilo fiscal de Leidimar e dos outros integrantes da organização.

“Desse modo, diante dos indícios de que Leidimar Bernardo Lopes é sócio oculto da SOFTPAY TECNOLOGIA EM PAGAMENTOS LTDA. (detentora da Fullbank) e teria recursos próprios depositados na “conta deles”, concluo haver justa causa para o afastamento do sigilo financeiro da empresa, razão por que defiro a representação policial no ponto”, diz o MPF.

Leia também: “Eu nunca falei que devolvia dinheiro pra alguém. Eles que se f…”, diz presidente da Unick Forex sobre clientes

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias