Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Yuan Digital: Startup de inteligência artificial mais valiosa do mundo trabalhará na moeda digital da China

Yuan Digital: Startup de inteligência artificial mais valiosa do mundo trabalhará na moeda digital da China

china-moeda-digital-yuan-criptomoeda-blockchain-lançamento-banco-central-inteligencia-artificial-sensetime-huawei-tecnologia

A China não está poupando esforços para o desenvolvimento de sua moeda digital, e agora a startup de inteligência artificial mais valiosa do mundo fará parte do projeto que deve ser a primeira criptomoeda emitida pelo banco central de um país.

A startup Sensetime, sediada em Hong Kong, anunciou nesta segunda-feira (27) que assinou um contrato com o Instituto de Pesquisa de Moeda Digital da China.

Essa equipe está construindo o Pagamento Eletrônico de Moeda Digital da China (DC / EP), e a tecnologia de ponta a ponta da startup será usada para melhorar o “controle de riscos e as capacidades operacionais” no setor financeiro da China.

Conforme relatou o South China Morning Post, trata-se da colaboração de alto nível mais recente entre o governo central chinês e as empresas ao passo em que os testes do aplicativo de carteira do yuan digital já começaram em quatro cidades do país.

Os serviços da Sensetime são usados por grandes companhias, como a rede social Weibo, conhecida como o “Twitter chinês”, que utiliza tecnologia de reconhecimento facial da Sensetime, e pela gigante da tecnologia Huawei, que faz uso da tecnologia de reconhecimento de imagem da startup.

Em junho do ano passado, o patrimônio líquido da empresa fundada por Tang Xiaoou e Xu Li chegou a US$4,5 bilhões em patrimônio líquido apenas quatro anos desde o início do projeto, tornando-se a companhia de inteligência artificial mais valiosa do mundo.

O yuan digital será controlado pelo banco central, mas emitido por meio de uma seleção de bancos comerciais, e ficará disponível para os cidadãos da China por meio de aplicativos financeiros populares, como o Alipay , que também apoia o Sensetime, e o WeChat.

Três centros serão responsáveis pela moeda: um gerenciará o uso, outro registrará cada indivíduo que deseja usar o ativo, e o terceiro analisará os dados financeiros criados pelo sistema.

Ainda não foi anunciada uma data para o lançamento do yuan digital. Contudo, de acordo com o Banco Central do país, a moeda digital poderá ser usada nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022, que acontecerão em Pequim, durante o mês de fevereiro.

Assim, concluímos que o projeto não está longe de ser completado.

Leia também: MPF investiga Bolsonaro por crime contra a constituição relacionado a plataforma blockchain do exército

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias