Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

EUA precisam de um dólar digital para manter a dominância como reserva mundial, diz ex-presidente da CFTC

EUA precisam de um dólar digital para manter a dominância como reserva mundial, diz ex-presidente da CFTC

dolar-dinheiro-eua-dolardigital-criptomoeda-bitoin-economia-política-trump-negócios

Para Christopher Giancarlo, ex-presidente da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês), os EUA precisam adotar uma versão digital do dólar para manter a sua dominância.

Giancarlo é líder do Projeto do Dólar Digital, e segundo o whitepaper a favor da criptomoeda, se os EUA não lançarem uma moeda digital emitida pelo banco central (CBDC), as consequências podem ser caras, levando o dólar a perder seu status como moeda de reserva mundial.

Conforme reportou o Crypto News, o documento ressalta que “se o dólar permanecer como a principal moeda de reserva do mundo no século em desenvolvimento, ele não pode continuar sendo um instrumento analógico e uma unidade de conta para coisas cada vez mais denominadas como tokens digitais”, e acrescenta:

“O próprio dólar precisa se tornar uma moeda digital tokenizada que mede, apoia e transaciona com as coisas de valor digital tokenizadas do mundo”, diz o documento.

Um dos argumentos alega que uma versão digital do dólar aceleraria os acordos comerciais e “permitiria que o dinheiro fluísse de forma mais eficiente pelas economias doméstica e global”, e inclui:

“[O dólar digital] poderia oferecer acesso mais amplo ao dólar, complexidades operacionais reduzidas, maior eficiência de custos, maior transparência do mercado, menor risco de contraparte e maior liquidez comercial”, argumenta o whitepaper.

Pagamentos ponto a ponto (P2P), remessas, negócios transfronteiriços, negócios B2B e o aumento de gastos no varejo também são citados como possíveis usos para o ativo.

Além disso, o documento menciona que o governo poderia usar a moeda digital para fornecer ajuda emergencial por meio de agências a uma taxa mais rápida do que nunca, aliviando as consequências econômicas do impacto causado por algo como a pandemia do novo coronavírus.

O projeto está sendo executado em coordenação com a Accenture e conta com Daniel Gorfine, CEO da Gattaca Horizons e ex-diretor de inovação da CFTC, como parte do comitê de gestão do grupo.

Enquanto o país não toma uma atitude a respeito do assunto, a China já está realizando testes com a versão digital de sua moeda, yuan. O projeto, inclusive, pretende substituir o dólar mundialmente, segundo os especialistas.

Leia também: Justiça exclui ação de cliente contra a Unick Forex e determina que ele pague multa ao Estado

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias