Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Transferências anormais de R$25 milhões na Ethereum seriam hackers tentando extorquir exchange

Transferências anormais de R$25 milhões na Ethereum seriam hackers tentando extorquir exchange

Transferências anormais de R$25 milhões na Ethereum seriam hackers tentando extorquir exchange

Nesta semana, foram realizadas duas transações anormais da Ethereum que custaram cerca de R$12 milhões para transferir apenas R$600 em criptomoeda (ETH), ambas podem ter uma explicação de ataque hacker para tal cobrança.

Entretanto, de acordo com novos relatórios, as taxas de R$12 milhões podem ter sido deliberadamente gastas como parte de um esquema de chantagem visando uma exchange de criptomoedas, conforme reportou o Cointelegraph.

Os valores pagos, provavelmente, foram resultados de tentativas de extorsão segundo a análise de uma empresa chinesa, PeckShield.

A empresa informou a imprensa a análise PeckShield, e concluiu que a série de taxas multimilionárias forma pagas a hackers que chantagearam uma exchanges.

O relatório especula que a exchange foi comprometido em um ataque de phishing. Os hackers tiveram controle sobre permissões para muitas das funções operacionais da exchange.

A implementação de restrições da exchange, permitiu que os hacker não causasse mais danos a corretora de criptomoedas, entretanto, não evitou a transferência com a taxa de R$12 milhões.

A primeira transação ocorreu no dia 10 deste mês, alguém tinha pagado R$12,7 milhões para transferir cerca de R$600 em Ethereum (ETH).

O endereço pagou um pouco mais de 10,668 ETH para enviar apenas 0,55 ETH. 

A segunda transação pagou o mesmo valor em taxa, cerca de R$12 milhões para transferir R$600, só que para um destinatário diferente. Foram mais de R$24 milhões em taxas em menos de 24h.

Quem minerou o bloco 10237208, foi a companhia SparkPool, que emitiu um comunicado quase imediatamente, afirmando estar investigando a ocorrência.

Os membros da comunidade cripto, passaram a criar uma série de teorias sobre as transações realizadas.

O fundador da exchange Evercoin, Miko Matsamura, disse ao Cryptonews, que “duas transações desse tipo parece ser um erro, mas duas dessas transações parecem intencionais”.

No Twitter, o explorador de blockchain Etherscan comentou que, levando em consideração que ambas as transações ocorreram em menos de 24 horas e que ambas foram registradas por mineradores diferentes, isso “indicaria uma causalidade externa comum”.

O Cofundador da Ethereum, Vitalik Buterin, comentou o caso afirmando que “é definitivamente um erro” e que espera que a EIP 1559, que ajusta a uma taxa básica de rede com base na demanda da rede resolva a questão. 

Leia também: Técnico de TI rouba R$192 mil em criptomoedas de empresa que trabalhava

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias