Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

‘Servo do diabo’, diz vítima da Genbit sobre Nivaldo Gonzaga em reportagem à TV Record

‘Servo do diabo’, diz vítima da Genbit sobre Nivaldo Gonzaga em reportagem à TV Record

genbit-nivaldo-gonzaga-bitcoin-piramide-golpe-brasil-record-reportagem-vítimas-clientes-pagamento-empresa-religiosa

Durante uma reportagem do programa Cidade Alerta na TV Record, exibida no último sábado (25), um investidor que perdeu mais de R$200 mil na Genbit disse que a empresa é liderada por um “servo do diabo”.

O negócio que atraiu clientes com promessas absurdas de lucro ao mês com operações em bitcoin é suspeito de pirâmide financeira, após deixar de pagar os clientes e sofrer uma ação civil de R$1 bilhão por parte do Ministério Público.

Investidores já acusaram a Genbit de ter apelado para a religião, ao afirmar que se tratava de uma “empresa evangélica” para ganhar a confiança dos clientes.

A empresa controlada pela Gensa Serviços Digitais S.A., que foi proibida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de atuar no Brasil, já foi até retratada como uma “seita religiosa” e arbitrariamente converteu o dinheiro dos investidores em um token sem liquidez, chamado Treep Token (TPR), depois de conseguir o dinheiro daqueles que acreditaram no negócio.

Servo do diabo

Na reportagem que foi ao ar, um empresário que perdeu mais de R$200 mil na Genbit revela também ter caído na conversa de Nivaldo Gonzaga, líder da empresa, que se dizia ser “um servo de Deus”.

“Só no meu nome investi cinquenta e poucos mil, no nome da minha esposa cinquenta e poucos mil, no nome da minha empresa e da minha cunhada”, afirma o investidor, ressaltando que confiou no criador da Genbit.

“Ele falava que era servo de Deus. Ele é servo do Diabo”, enfatizou.

Dinheiro no exterior

Segundo Daniele Panzonatto, advogada que representa 50 investidores lesados pelo negócio, o dinheiro aplicado na Genbit “foi provavelmente para fora do Brasil”.

“Precisamos agir rápido”, enfatiza.

A advogada disse ainda que parentes de Nivaldo têm informações sobre o paradeiro do montante investido por mais de 45 mil pessoas.

Leia também: ‘Quem ganha dinheiro com bitcoin é golpista’: Como a ignorância de Celso Russomanno afeta a população

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias