Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Receita Federal dos EUA oferece US$ 625 mil a quem crackear a Monero e Lightning Network

Receita Federal dos EUA oferece US$ 625 mil a quem crackear a Monero e Lightning Network

criptomoedas-privacidade-monero-xmr-bitcoin-btc-receita-federal-eua-governo

A Receita Federal dos Estados Unidos (Internal Revenue Service – IRS) informou que pagará até US$ 625 mil em recompensa a quem for capaz de quebrar a privacidade da criptomoeda Monero (XMR) e soluções de segunda camada, como a Lightning Network do Bitcoin (BTC). 

De acordo com o anúncio publicado na última sexta-feira (04), a maior agência federal de aplicação da lei no Departamento do Tesouro dos EUA aceitará inscrições até 16 de setembro para: 

“Uma solução com um ou mais contratantes para fornecer soluções inovadoras para rastreamento e atribuição de moedas não rastreáveis, como ferramentas especializadas, dados, código-fonte, algoritmos e serviços de desenvolvimento de software.” 

Na descrição sobre a oportunidade, a agência do governo aponta que “o uso de moedas focadas em privacidade está se tornando mais popular para uso geral, e também está passando por um aumento no uso por atores ilícitos”. 

As mais recentes estatísticas de mercado mostram que o XMR é usado para cerca de 45% da atividade darknet, atrás apenas do Bitcoin. 

“Atualmente, existem recursos investigativos limitados para rastrear transações envolvendo criptomoedas de privacidade, como Monero, transações de protocolo de rede da Camada 2, como Lightning Labs, ou outras transações off-chain que fornecem privacidade a atores ilícitos”

“[…] O IRS-CI precisa ser capaz de investigar atividades ilícitas nessas redes”, afirma a entidade do governo americano. 

Os interessados têm até 16 de setembro para enviar seus protótipos de trabalho. 

Em seguida, os candidatos selecionados receberão US $ 500.000 iniciais para facilitar o desenvolvimento de protótipos de trabalho por cerca de oito meses. 

O processo final será o teste piloto e a aprovação do governo para que os candidatos recebam os US $ 125.000 pendentes.

A agência federal gastou US$ 250 mil em ferramentas de análise de blockchain há alguns dias, ao assinar um contrato com a Blockchain Analytics and Tax Services LLC. 

O objetivo é rastrear atividades em redes de criptomoedas com foco em privacidade, como a Monero. 

Leia também: É oficial: Nubank confirma compra da Easynvest e vai competir com a XP Investimentos

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias