Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Binance é acusada de facilitar lavagem de US$ 9 milhões em Bitcoin

Binance é acusada de facilitar lavagem de US$ 9 milhões em Bitcoin

-lavagem-dinheiro-fisco-binance-coinmarketcap-coin-market-cap-compra-dados-criptomoedas-bitcoin-bnb-cz-ceo-conflito-interesse-mercado

Binance, maior exchange de criptomoedas do mundo, está sendo processada por supostamente facilitar a lavagem de mais de US$ 9 milhões em Bitcoin (BTC). 

Quem entrou com a ação, numa queixa de 33 páginas registrada no Tribunal Distrital do Norte da Califórnia na última segunda-feira (14), foi a exchange japonesa Fisco. 

Segundo a acusação, a Binance teria “ajudado e encorajado” a lavagem de 1.451 BTC, no valor de US$ 9,4 milhões até então. A atitude teria sido tomada depois que ladrões enviaram o montante para um endereço da exchange comandada por Changpeng ‘CZ’ Zhao. 

O valor é proveniente do hack de US$ 60 milhões sofrido pela exchange japonesa, anteriormente conhecida como Zaif, em 2018. 

Na ocasião, invasores roubaram quase 6.000 BTCs de suas carteiras, junto a Bitcoin Cash (BCH) e MonaCoin (MONA). 

Posteriormente, a Zaif foi comprada pela Fisco, que agora afirma que os fundos foram lavados devido a protocolos “relaxados” de KYC e combate à lavagem de dinheiro da Binance, “que não estão de acordo com os padrões da indústria”. 

“Os ladrões lavaram os fundos roubados por meio da Binance, aproveitando a política da Binance que permitia que novos usuários abrissem contas e negociassem na troca em valores abaixo de 2 Bitcoins sem fornecer nenhuma identificação significativa ou informações KYC”, alega a Fisco. 

O caso foi levado à Binance na época, mas a Fisco afirma que a exchange “intencionalmente ou por negligência não interrompeu o processo de lavagem de dinheiro quando poderia ter feito isso”. 

A empresa japonesa compensou os usuários, que perderam US$ 41 milhões em criptoativos com a invasão, segundo os documentos. 

Agora, com o processo levado a julgamento no Tribunal da Califórnia, onde se concentram os “componentes críticos” dos negócios da Binance, a Fisco exige que a exchange pague os US$ 9 milhões, com juros e “uma justa compensação pelo tempo e dinheiro gastos na busca pela propriedade”. 

Leia também: Analista explica por que a Ripple (XRP) ‘vai aniquilar quase todas as altcoins’

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias