Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Pix começa a funcionar hoje, veja os prós e contras do novo sistema

Pix começa a funcionar hoje, veja os prós e contras do novo sistema

Clientes do Nubank e Mercado Pago reclamam de cadastro indevido no PIX

O Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central do Brasil começa a funcionar hoje (16), para todos os cidadãos do país. 

O Pix oferece um meio de pagamento mais seguro, competitivo e rápido, com transações financeiras em até dez segundos, que poderão ser realizadas sete dias por semana, 24 horas por dia. 

O novo sistema terá restrições de valores e horários de transações na primeira fase de funcionamento que vai até 28 de fevereiro de 2021.

Segundo o Valor Investe, inicialmente, o valor limite para as transferências entre contas com diferentes titulares precisava ser de pelo menos 50% do valor permitido para TED. 

O porta-voz do grupo de segurança da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Ivo Mósca afirma que a tendência é ter um ambiente mais competitivo que deverá fazer com que as tarifas do Pix para empresas e comerciantes sejam bastante atrativas. 

O Pix também amplia a gama de concorrentes, dado que o Banco Central autorizou 762 instituições a realizarem este tipo de operação. 

“Há uma expectativa de todo o mercado que as taxas sejam menores que do cartão de débito e uma vez que você vai ter um preço menor, você vai ter um mercado bastante agressivo para conquistar clientes. Imagino que vai haver uma concorrência em relação aos custos transacionais”, afirma o porta-voz Ivo.

O custo da operação via Pix é bem menor que por cartões, por exemplo, o novo sistema é mais direto e não tem de remunerar banco adquirente, tornando-se um meio de pagamento mais barato.

Contudo, o Pix possui diversas vantagens e algumas desvantagens, confira a lista a seguir: 

Vantagens:

  • Gratuito e instantâneo para transações on-line interbancárias (bancos diferentes) entre pessoas físicas;
  • Deverá gerar menos custos a empresas, MEIs e prestadores de serviços;
  • Funciona fora do horário comercial, também nos fins de semana e feriados;
  • Irá permitir, em breve, possibilidade de saques sem cartão em pontos comerciais;
  • Facilidade de portabilidade de chaves;
  • Reduz a necessidade de pagar cestas mensais nos bancos;
  • Elimina a necessidade de pagar tarifas avulsas TED/DOC.

Desvantagens: 

  • Não aceita crédito;
  • Não há possibilidade de parcelamento;
  • Para o pagamentos em estabelecimentos, exige mais passos que simplesmente usar cartão ou sistema NFC no celular. Também demanda acesso à internet;
  • Cada banco pode adotar política de cobrança e limitações diferentes;
  • Pode ser tarifado quando feito por telefone ou atendimento presencial;
  • Não há possibilidade de estorno nas transferências.
 

O Pix promete ser uma forma rápida e eficiente de transferir dinheiro e realizar pagamentos a qualquer hora e qualquer dia, até mesmo nos finais de semana. 

Leia também: O maior banco da Bielo-Rússia lança serviço de câmbio de criptomoedas

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias