Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Bitcoin consome mais energia que um país com 100 milhões de pessoas

Bitcoin consome mais energia que um país com 100 milhões de pessoas

O consumo de eletricidade para mineração e execução de transações do bitcoin (BTC), equivale há um país com 100 milhões de pessoas.

Conforme reportou o Valor Investe, o consumo de eletricidade com bitcoins cresceu 41,91% no último ano. 

Desde 17 de dezembro, o consumo de energia do BTC saltou de 86,67 TWh para 106,92 TWh. 

Os dados são do Centro de Finanças Alternativas da Universidade de Cambridge, o instituto criou uma plataforma para medir em tempo real o consumo de energia da mineração do BTC.

A plataforma mostrou que a energia usada pela criptomoeda passou a superar a demanda de países com grandes populações.

Em comparação com o bitcoin, nas Filipinas são cerca 99,2 TWh, 109,5 milhões de pessoas, já o BTC teve a alta para 106,92 TWh. 

O consumo de energia do BTC deve ultrapassar em breve nações como Holanda 114,4 TWh  e 17,1 milhões de pessoas, Argentina 146,5 TWh e 45,1 milhões de pessoas, e Paquistão 149,2 TWh e 220,8 milhões de pessoas.

Contudo, mesmo com o crescimento do consumo de energia, o Bitcoin vai ficar atrás dos 10 países com maior consumo de eletricidade do mundo. 

Sendo eles: China, Estados Unidos, índia, Japão, Canadá, Alemanha, Brasil, Coreia do Sul e França.

Reprodução/ Gráfico: Valor Investe Fonte: IEA dezembro/2018 (* janeiro/2021)

De acordo com o International Energy Agency (IEA), “quase dois terços (66,3%) da energia elétrica gerada no mundo provêm de combustíveis fósseis”. 

Por mais que a criptomoeda seja uma tecnologia inovadora, ainda causa preocupação para o meio ambiente. 

Mesmo que as energias de fontes renováveis, como eólica e solar tenham crescimentos recentes em países desenvolvidos, ainda são 57% de energia suja nos países membros da OCDE da (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) e cerca de 71,7% de países que não são membros de entidade que reúne as maiores economias do mundo.

Leia também: Novas regulações dos EUA irão prejudicar a adoção de criptomoedas, diz Square, de Jack Dorsey

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias