Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Como Bitcoin funciona?

Como Bitcoin funciona?

Antes de entender como o Bitcoin funciona, é importante compreender o contexto em que foi criado. Você já deve ter percebido que os intermediários estão presentes em várias transações que fazemos frequentemente, cobrando altas taxas que aumentam o preço para o consumidor e diminuem o lucro do produtor.

Só pra citar como exemplo, se você quiser vender qualquer produto na Amazon, aproximadamente 20% do valor do produto ficará com a empresa. o mesmo valeria para o Mercado Livre ou várias outra empresas de intermediação.

No caso do Bitcoin, o tipo específico de intermediário que ele quer substituir são os bancos, que obtém grandes quantias apenas com a transferência de dinheiro.

Se vc quiser transferir uma quantia para alguém que esteja na Alemanha por exemplo, você irá pagar onerosas taxas no seu banco no Brasil, e a pessoa que está recebendo o dinheiro também irá no banco da Alemanha. E claro, sem transparência nenhuma, já que a maioria das taxas esta camuflada na manipulação das taxas de cambio.

Até mesmo serviços de transferência mais econômicos e transparentes como Tranferwise cobram taxas consideravelmente maiores quando comparados ao Bitcoin.

Outro problema dos bancos é o controle e o poder que eles tem sobre seus clientes, tendo acesso a várias informações pessoais e hábitos de compra. Podendo inclusive bloquear suas contas se quiserem.

Não por coincidência que o Bitcoin apareceu logo após a crise de 2008, na qual os bancos tiverem considerável responsabilidade.

Portanto, o que o Bitcoin fez foi criar um sistema uma sem autoridade central, retirando da mão de bancos ou governos o controle sobre o dinheiro das pessoas.

 

Entendido. Mas como isso funciona?

blockchain
  • Criptografia: Uma tecnologia usada pelo Bitcoin é a Criptografia, muito usada na segunda guerra mundial para enviar mensagens de rádio sem que os oponentes a pudessem decifrar. No caso Bitcoin, a criptografia é usada para converter dados de uma transação, garantindo assim sua segurança.
  • Descentralização: A internet hoje é quase que totalmente centralizada, isso quer dizer que todos os dados do Google, por exemplo, estão guardados em um único lugar (no servidor do google), o mesmo vale para a Amazon e também para o seu banco. O Bitcoin funciona ao contrário de tudo isso, estando seus dados distribuídos por toda a rede computadores. Resultando em um sistema peer-to-peer, assim como o Bittorrent. Exatamente por isso ele nunca poderá ficar offline, ao contrário do que aconteceria caso o servidor de uma empresa que tenha seus dados centralizado fosse tirado do ar por algum problema.
  • Controle de inflação: Bancos centrais tentam gestionar a inflação através de várias medidas, incluindo o controle de quanta moeda pode ser emitida. No caso do Bitcoin, a solução encontrada foi limitar o número de moedas que serão colocadas em circulação ao máximo de 21 milhões, Hoje (Fev/2019) estamos na casa dos 17 milhões. Dessa maneira, diminui-se o risco de haver um excesso de moedas em circulação e que seu valor caia exageradamente.

 

E como são as transações com Bitcoin?

Quando transação são efetuadas, elas precisam ser registradas em algum lugar. Esse registro é feito em um banco de dados, algo como uma planilha excel. Mas, como já dissemos antes, o Bitcoin é descentralizado e a informação aparece em todos os lugares. Portanto, é como se a planilha em questão fosse compartilhada com toda a rede e acessível por todos que a usam. Isso é o conceito básico da tecnologia blockchain, se quiser saber mais sobre ela, leia esse guia específico.

Portanto, quando você envia ou recebe Bitcoins de uma pessoa, você está enviando uma mensagem digital para toda rede de computadores informando sobre tal transação. Tal mensagem ficará registrada nesse banco de dados – a tal planilha excel compartilhada, mais conhecida como bloco de transações – .

Assim, quando um bloco de transações é enviado, ele precisa ser validado pelos usuários da rede antes de entrar de fato no sistema. Desse maneira, todos os usuários ficam cientes das transações ocorridas. Isso aumenta muito a confiabilidade do sistema, pois evita roubos, gastos duplos e outros tipos de fraudes.

 

Próxima: Vantagens e desvantagens do Bitcoin

Receba as notícias mais importantes no seu email

Receba as notícias mais importantes no seu email

Todos os guias