Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

O que é Hard Fork? E Soft Fork?

Hard Fork

Um Hard Fork é uma atualização da versão do protocolo de uma criptomoeda. Essa atualização normalmente é feita com o objetivo de corrigir riscos de segurança da versão anterior, adicionar novas funcionalidades ou reverter transações fraudulentas.

Em um Hard fork, a mudança é sempre no sentido de flexibilizar as regras em relação a versão anterior. Imagine por exemplo se a regra tamanho máximo de um bloco fosse alterada de 3MB para 5MB na versao atualizada, um bloco recém criado pelo novo protocolo de 4MB iria ser  rejeitado pela versão mais antiga (pois o tamanho máximo permaneceu em 3 MB), e só poderia ser aceito pelo nova versão devido ao seu tamanho.

Assim, podemos dizer que um hard fork é incompatível com a versão anterior do protocolo pelo fato de implementar regras mais flexíveis.

Quando isso é anunciado, é necessário que os mineradores da rede atualizem suas versões para o novo protocolo. Porém, o que ocorre muitas vez é que uma parte da comunidade é contrária a essa mudança e prefere não atualizar para a versão mais recente. Quando isso ocorre, passam a coexistir as duas moedas diferentes. Por outro lado, se ocorrer um consenso geral e todos os mineradores atualizarem o protocolo – o que é extremamente difícil em uma rede descentralizada – , podemos continuar com apenas uma moeda.

 

Soft Fork

Em um Soft Fork, a mudança é sempre no sentido de restringir as regras atuais. Usando o exemplo anterior, se o tamanho máximo do bloco fosse alterado de 3MB para 1MB, o protocolo antigo continuaria aceitando blocos criados pelo protocolo mais atualizado e as duas versões seriam consideradas compatíveis.

Além disso, em um Soft Fork ocorre com um consenso de toda a comunidade e por isso não ocorre uma divisão na rede e nem a criação de uma nova moeda.

Sendo assim, apenas os mineradores necessitam atualizar o protocolo. Os usuários podem continuar rodando a versão antiga pois ela é perfeitamente compatível com os novos blocos criados.

 

Exemplos de Hard Fork

Bitcoin Cash

Quando ocorreu: 01/08/2017

Principais diferenças em relação à versão original: Transações mais rápidas, maior centralização e maior tamanho de bloco (8MB).

 

Bitcoin Gold

Quando ocorreu: 12/11/2017

Principais diferenças em relação versão original: Mudança no algoritmo original SHA-256 para um algoritmo chamado Equihash. O que na prática faz com que seja possível minerar Bitcoin (a versão Gold, claro) desde um computador comum, assim como ocorria na versão original do Bitcoin nos seus primeiros anos.

Próxima: ICO: O que é, como comprar e quais valem a pena investir?

Receba as notícias mais importantes no seu email

Receba as notícias mais importantes no seu email

Todos os guias