Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Litecoin: O que é e como funciona?

Litecoin: O que é e como funciona?

Cada vez mais, pessoas que entraram no mundo dos investimentos em criptomoedas estão saindo do dueto Bitcoin-Ethereum e buscando oportunidades em outras alternativas. E o Litecoin, muitas vezes referido como o ” irmão menos famoso do Bitcoin“, vem ganhando progressivamente mais adeptos.

Em um primeiro momento, o fato do Litecoin aparecer entre as 5 maiores maiores criptomoedas do mercado não parece ter suficiente para ganhar sua devida atenção. Entretanto, quando você se aprofunda no estudo da moeda, percebe o quão útil e interessante o “irmão do Bitcoin” pode ser.

 

Definição

Litecoin é uma criptomoeda descentralizada e baseada no modelo peer-to-peer, em outubro de 2011 ela foi apresentada e disponiblizada. Imediatamente ficou conhecida por suas semelhanças com o Bitcoin – por isso o termo “irmão do Bitcoin” foi citado acima -, mas existem também algumas diferenças, como um maior número de moedas em circulação e um tempo de confirmação da transação menor.

 

Quem Criou o Litecoin?

Charlie lee criador litecoin

O Litecoin foi criado por Charlie Lee, um ex-funcionário do Google que projetou o Litecoin para ser um Bitcoin “melhorado”. Charlie usou o código do Bitcoin como base e a partir daí fez as modificações e melhorias que acreditava serem necessárias.

Um dos seus principais objetivos era diminuir os tempos de confirmação, fazendo-os 4 vezes mais rápidos que os do Bitcoin, passando de 10 min para 2.5 min, pois assim um número maior de transações poderiam ser confirmadas. Na prática, isso significa que 25 moedas de Litecoin são criadas a cada 2.5 min. Portanto, podemos concluir que 14400  moedas estão sendo geradas por dia, o máximo possível.

 

Como funcionam as transaçoes com Litecoin?

As transações com Litecoin funcionam da mesma maneira que as outras criptomoedas. Assim, você pode enviar ou receber litecoins apenas fazendo a transferência entre as carteiras dos envolvidos. Por exemplo, se você quiser enviar 4 LTC para alguém, copie o endereço da carteira da pessoa e cole em seu aplicativo de carteira, digite 4 LTC no campo de quantidade e envie! Você também pode pedir que a pessoa te mande um código QR para que você possa digitalizá-lo no telefone, eliminando a necessidade de digitar o endereço da carteira.

Além disso, ainda existe uma pequena taxa destinada aos mineradores de Litecoin, por ajudarem a apoiar a rede. O valor dessa taxa é pago com uma pequena fração de Litecoin e, segundo o BitInfo, a taxa média por transação hoje é de cerca de US$ 0,03 (em torno de 11 centavos na cotação atual).

 

Conclusão

O Litecoin tem muito potencial e espaço para crescer. Enquanto isso, devemos ficar de olho em quais empresas começarão a adotá-lo e aceitá-lo como forma de pagamento para seus produtos e serviços.

No entanto, assim como acontece como todas as demais criptomoedas, o futuro é uma grande incógnita. E a tentativa de premeditá-lo uma simples aposta.

Próxima: Bitcoin x Litecoin: Principais diferenças

Receba as notícias mais importantes no seu email

Receba as notícias mais importantes no seu email

Todos os guias