Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Governo quer congelar aposentadorias maiores que um salário mínimo

Governo quer congelar aposentadorias maiores que um salário mínimo

governo-aposentadoria-economia-brasil-finanças-dinheiro-auxilio-covid

Técnicos do governo Bolsonaro consideram congelar aposentadorias maiores que um salário mínimo em prol do financiamento do programa social Renda Cidadã. 

Após ser postergado para depois das eleições municipais, o programa que substituirá o Bolsa Família só deve sair do papel no ano que vem. 

No entanto, a busca de opções para custeá-lo é prioridade na lista da economia, segundo o G1. 

Entre as alternativas consideradas, o congelamento de aposentadorias e pensões voltou a ser discutido pelo Ministério da Economia ainda em setembro, mas agora o congelamento nos reajustes seria nos benefícios maiores que um salário mínimo (R$ 1.045). 

A medida leva o nome técnico de “desindexação”, pois benefícios como aposentadoria e pensão têm reajuste ao longo dos anos, baseados em índices. 

Um exemplo é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, no caso de aposentados e pensionistas que recebem mais de um salário mínimo.

Caso essa alternativa seja escolhida, esses benefícios serão paralisados, ou seja, ficarão sem reajuste. 

Enquanto isso, outras medidas avaliadas para financiar o Renda Cidadã são:

  • A proibição dos supersalários de funcionários públicos;
  • Acabar com as deduções de despesas médicas e de educação no Imposto de Renda;
  • Interferir no valor dos precatórios e até no Fundo Nacional a Educação Básica (Fundeb). 

Até agora, as alternativas levantadas pelo governo geraram uma repercussão negativa, levando ao recuo imediato.

Contudo, alguma estratégia será escolhida em breve para definir o meio de financiamento do projeto que deve ser adotado como “carro-chefe” da possível candidatura à reeleição de Jair Bolsonaro em 2022. 

Leia também: Cidades no Japão recebem ameaças de bomba com exigência por Bitcoin

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias