Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Trader leva multa de R$800 mil por tentar dar golpe na Bolsa de Valores

Trader leva multa de R$800 mil por tentar dar golpe na Bolsa de Valores

Trader leva multa de R$800 mil por tentar dar golpe na Bolsa de Valores

Um trader tentou manipular a Bolsa de Valores (B3) para aplicar um golpe, mas acabou sendo descoberto e levou uma multa de R$800 mil da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O investidor Diogo Nunes Zelkcovicz de Carvalho tentou dar um golpe nas negociações da B3 e acabou levando um prejuízo e tanto.

Conforme reportou o Cointelegraph, Carvalho terá que pagar uma multa de R$801.868,00 – equivalente a duas vezes a vantagem econômica obtida.

A acusação da B3 é que o trader teria manipulado os preços no mercado de valores mobiliários por meio de operações de mesmo comitente, OMC. 

O valor da multa é equivalente a duas vezes a vantagem econômica obtida, sendo que o lucro por manipular o mercado teria sido de R$400.934,00.

Segundo a acusação, o investidor consistia na realização de OMC com o propósito de criar pressão compradora ou vendedora no livro de ofertas do ativo da corretora Modal Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários, “Modal DTVM”.

O objetivo da estratégia era atrair contrapartes para execução do saldo remanescente da oferta registrada inicialmente. 

De acordo com a acusação da B3, o intuito era o de simular liquidez no patamar de preço que fosse conveniente para a abertura ou encerramento de posições.

Segundo a CVM, Diogo não apresentou em sua defesa nenhuma prova capaz de refutar a acusação. 

Os documentos apresentados para autarquia evidenciaram a atuação do acusado e seu poder no mercado, afirma a autarquia reguladora.

“O Acusado não trouxe nenhum elemento probatório capaz de desqualificar o cálculo feito pela SMI, (…), tendo trazido aos autos, como elemento probatório, notas de corretagem e extratos de contas da Modal DTVM, os quais evidenciam, na minha visão, o quanto o Acusado era atuante no mercado de capitais, no período em que foi apontada a sua prática ilícita”, destacou o voto da CVM.

A Comissão de Valores Mobiliários afirma que, além da multa, o caso será encaminhado para o Ministério Público Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Leia também: Alguém pagou US$ 82.000 por um único Bitcoin, e agora?

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias