Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Atlas Quantum diz que clientes tiveram lucro de 55% em 2019 e deixa de mencionar saques atrasados

Atlas Quantum diz que clientes tiveram lucro de 55% em 2019 e deixa de mencionar saques atrasados

A Atlas Quantum já começou o ano deixando seus clientes ainda mais revoltados por meio de uma publicação na sua página oficial no Facebook nesta segunda-feira (06).

Ao afirmar que os clientes tiveram lucro de mais de 55% em 2019, a empresa que dizia realizar arbitragem com bitcoin, convenientemente deixou de fora o fato de estar com os saques atrasados há meses.

atlas-quantum-publicação-lucro-rendimento
Imagem; Reprodução/Facebook.

Indignados, os clientes da Atlas fizeram diversos comentários na publicação, ironizando, reclamando e pedindo uma solução para a falta de pagamento da empresa.

“Parabéns! A empresa campeã em prender os fundos dos clientes e não realizar nada de concreto para resolução dos problemas. Mas o maior prêmio é pela péssima comunicação”, disse o usuário Lucas Silva.

Em outro comentário, Henrique Cegatti disse: “Rendimento teórico né. Quando vão pagar os clientes na prática?”. “Engraçado, o meu foi -100”, ironizou Mariana Canabrava.

“Piada, não consigo sacar meus bitcoins, e se eu vender tá R$ 2.000 reais”, desabafou o usuário Vinicius Gabriel.

Em seguida, Alberto Nogueira ironizou: “Que maravilha. E o Rodrigo já garantiu que poderemos receber nossos bitcoins daqui a 7 anos. A Atlas é maravilhosa!”

O comentário se refere a declaração de Rodrigo Marques, fundador da Atlas, que teria dito em uma reunião que poderá honrar os saques de bitcoins atrasados de seus clientes em até 7 anos.

Depois de ser proibida pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de realizar ofertas de investimentos no Brasil e bloquear os saques dos clientes na plataforma, estourou a crise na Atlas Quantum.

Na segunda-feira passada, 30 de dezembro de 2019, os advogados do escritório Palinkas Advogados, entraram com uma petição para deixar de representar a empresa de Rodrigo Marques.

Em setembro deste ano, outro escritório, Malgueiro Campos Advocacia rescindiu o contrato com a Atlas, alegando “quebra de confiança na relação advogado-cliente”.

As coisas não andam nada bem para a empresa que recentemente demitiu cerca de 100 funcionário um dia antes do pagamento, e está vendendo até as plantas para liquidar as dívidas.

Leia também: De Atlas a GBB e BWA: Saiba quais empresas deram mais prejuízo para os brasileiros em 2019

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram e Twitter e fique por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias